Faixa Atual

Título

Artista


Visões da Pandemia: Pradense que mora em Albany, nos EUA, fala da realidade local do coronavírus

Escrito por em abril 29, 2020

Lucas Pasetto esteve em contato com a Rádio Solaris 97.3

Nesta quarta-feira (29), durante o programa Na Medida, o Pradense Lucas Pasetto, atualmente morando em Albany, no sul dos Estados Unidos, falou sobre a realidade vivenciada em sua cidade, de aproximadamente 60 mil habitantes, durante a pandemia do coronavírus. Conforme Lucas, a cidade foi pega de surpresa e teve uma rápida contaminação.

Os casos começaram através de um velório realizado em Albany, onde uma pessoa havia contraído o vírus e não sabia. Ao ter contato com as demais que estavam no velório, acabou causando a disseminação. Ela foi internada em 1º de março e faleceu no dia 12. Dois dias antes, no dia 10, começaram a ser registrados novos casos ao mesmo tempo, o que gerou dificuldades para o sistema de saúde local.

Conforme Lucas, a partir da confirmação do primeiro óbito, em 12 de março, a cidade foi isolada. Ele analisa que essa ação rápida por parte das autoridades locais impediu uma progressão ainda maior do vírus.

Em relação ao isolamento social, a partir de 10 de março, houve a restrição das atividades, onde apenas supermercados, farmácias e postos de combustível (excetuando lojas de conveniência), estavam funcionando. Lucas cita o exemplo de organização dos supermercados, onde as compras eram liberadas de acordo com a quantidade de pessoas que formavam a família, garantindo que todos pudessem ter acesso aos insumos. No Brasil, durante o início da pandemia, foram registradas filas em supermercados e falta de produtos, assim como nas farmácias, onde os estoques de máscaras e álcool gel acabaram rapidamente.

Na cidade de Albany começou a liberar as atividades, porém, prevenindo todas as formas de contato entre pessoas. Também é obrigatório o uso de máscaras e higienização ao entrar e sair de ambientes. Conforme Lucas, “existe uma cultura de seguir as regras”, ou seja, o norte-americano, em sua maioria, cumpre as determinações estabelecidas.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *