Faixa Atual

Título

Artista


Vice-presidente visita tapetes de Corpus Christi e participa palestra em Flores da Cunha

Escrito por em junho 17, 2022

General Hamilton Mourão cumpriu agenda na cidade nesta sexta-feira (17)

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, esteve em Flores da Cunha nesta sexta-feira (17), onde visitou a prefeitura, a exposição dos tapetes de Corpus Christi e palestrou para simpatizantes no Salão Paroquial. A forte chuva e o mau tempo que predominaram nesta manhã, impediram que parte do cronograma previsto fosse cumprido.

O primeiro compromisso oficial do vice-presidente em Flores da Cunha foi a visita ao Centro Administrativo, onde foi recebido pelo prefeito César Ulian e outras autoridades municipais. Mourão chegou na prefeitura por volta das 11h e cerca de meia-hora depois, foi levado à Praça da Bandeira, onde fez o percurso ao redor da quadra, conhecendo os tapetes.

“Flores da Cunha é uma cidade que se destaca aqui no concerto dos nossos municípios do Rio Grande do Sul pelas suas qualidades, pela capacidade produtiva que tem e, óbvio que esse evento que é realizado há 55 anos, destes tapetes no período de Corpus Christi, é outro fator que torna a cidade diferenciada”, disse o vice-presidente na coletiva de imprensa.

Acompanhado da esposa Paula, Mourão visitou os tapetes ao lado do prefeito da primeira-dama Lisiane Ulian. Foi Lisiane que explicou ao vice-presidente o processo de confecção dos quadros serragem colorida. Durante a visita – que durou cerca de 10 minutos –, Mourão lamentou a chuva, que segundo ele, “tira um pouco do brilho do trabalho que foi feito pelas pessoas”, mas afirmou que estava “muito satisfeito” com o carinho e acolhida.

A agenda na cidade incluiu ainda uma coletiva de imprensa (confira abaixo a íntegra da transcrição da coletiva) e uma palestra com o tema “O Brasil em desenvolvimento e os desafios do Rio Grande”, no Salão Paroquial. Na palestra de uma hora, Mourão afirmou acreditar na reeleição do presidente Jair Bolsonaro – ao que foi aplaudido pelos presentes – e também falou sobre os aumentos dos combustíveis, pandemia e vacinação, equilíbrio fiscal e defendeu a reforma tributária.

Após a fala do vice-presidente, foi servido o almoço, que contou com a presença de lideranças locais e regionais, correligionários, apoiadores e simpatizantes. Os compromissos de Mourão se encerram nesta tarde, após a visita à Vinícola Luiz Argenta.

O QUE MOURÃO FALOU NA COLETIVA DE IMPRENSA

Primeiras impressões de Flores da Cunha
Flores da Cunha é uma cidade que se destaca aqui no concerto dos nossos municípios do Rio Grande do Sul pelas suas qualidades, pela capacidade produtiva que tem e, óbvio que esse evento que é realizado há 55 anos, destes tapetes no período de Corpus Christi, é outro fator que torna a cidade diferenciada. Óbvio que a chuva tira um pouco do brilho, trabalho que foi feito pelas pessoas, mas a chuva, ela vem lá de cima, ela vem de Deus e ela também é importante para uma das grandes atividades que nós temos, que é o nosso agronegócio. Então, estou muito satisfeito aqui, é óbvio que se nós tivéssemos um tempo melhor, teríamos mais gente aqui acompanhando isso tudo, mas pra mim é uma honra e um privilégio estar aqui nesse dia.

Tributação no Brasil
Nós precisamos passar no Brasil por uma reforma tributária. Essa reforma tem dois aspectos: o primeiro aspecto é uma reorganização do sistema, de modo que a gente não tenha uma quantidade de tributos tão grande, então, o ideal é que a gente tenha um imposto de valor agregado, que seja cobrado no destino e, consequentemente fique mais fácil pra todo mundo. A partir daí o que acontece, vai aumentar a base de pagamento e há condições de reduzir o tributo de uma maneira geral. Hoje, as medidas que podem ser tomadas acabam sendo paliativas. O que a gente precisa é da reforma tributária.

Visita à cidade no ano eleitoral
São dois aspectos [da visita]: o primeiro, é aproveitar esse período do feriado para manter contato com a população aqui da cidade, para que as pessoas possam me conhecer, porque, muitas vezes, podem me olhar [como] ‘vice-presidente da República, foi general, afastado’. Então, lembrar que eu sou um cidadão comum igual aos outros, apenas tive outras funções na minha vida. Então, hoje para mim é importante estar aqui e, principalmente, eu me mostrar para as pessoas.

Função dos militares nas Eleições
Os militares há muito tempo eles participam do processo eleitoral, na segurança e vigilância desse processo, mas nada a ver com a questão de apuração. Então, isso não é algo que é tarefa dos militares.

Aumento dos preços dos combustíveis
Isso está acontecendo no mundo inteiro. A pandemia e logo depois a guerra da Rússia com a Ucrânia, ela causou uma ruptura nas cadeias de suprimentos. O mundo parou durante a pandemia, deixou de produzir petróleo, a retomada da produção é complicada e, com isso, hoje nós temos muito mais demanda do que oferta. E o preço foi lá em cima. Esse preço ele vai se reequilibrar em algum momento, mas a realidade é que dificilmente nós vamos retomar aos patamares anteriores de preço de combustível. Além disso, tem que se entender que, nessa transição energética que o mundo tem que passar para evitar que o aquecimento global impeça que a gente continue a viver no nosso planeta da forma que a gente está vivendo, vai ter que haver uma redução no uso do combustível fóssil.

Contribuição do governo até o final do ano
Eu acho que a grande contribuição que o governo pode dar nesse período é buscar as soluções dentro dos limites da constituição, para esses problemas que nós estamos vivendo de inflação, do preço do combustível, o próprio preço dos alimentos subindo como consequência disso tudo, então, o governo tem que trabalhar na busca dessas soluções. Muitas vezes, alguns colegas de vocês [da imprensa] dizem que isso é populismo, que é eleitoral, mas é uma realidade, você tem que buscar uma solução pro problema. E, uma vez que o povo gaúcho opte pelo meu nome, uma das grandes tarefas que eu considero ter dentro do nosso Senado é trabalhar em cima da reforma tributária, que isso facilita para todo mundo e a busca de investimentos para que a infraestrutura da região melhore.  


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *