Faixa Atual

Título

Artista


Vendas de botijão de gás caem 9,5% no Rio Grande do Sul

Escrito por em junho 27, 2022

Mesmo com o auxílio gás oferecido pelo governo, consumo do produto teve queda em todo Brasil

Mesmo com o Auxílio Gás dos Brasileiros, benefício distribuído pelo governo federal, as vendas de botijões de gás de cozinha tiveram queda em todo Brasil. De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), houve uma queda nacional de 5,6% nas vendas de botijões de gás nos primeiros quatro meses de 2022, em comparação com o mesmo período no ano anterior. Já no Rio Grande do Sul (RS), a diminuição no consumo do item é ainda mais marcante: -9,5%. O Estado teve a segunda maior queda nas vendas de botijões, perdendo apenas para Minas Gerais – que tem queda acumulada de 10,3%.

O vale-gás é pago a cada dois meses e repassa R$ 53 a famílias em vulnerabilidade social (são 5,68 milhões de famílias contempladas somando R$ 301,2 milhões). O preço médio do botijão de gás no RS é de R$ 113,30, segundo pesquisa da ANP. Ou seja, o valor do auxílio equivale a menos de 50% do valor de um botijão.

Uma nova PEC prevê que o pagamento do vale-gás suba para R$ 120, atendendo ao preço médio completo do botijão, e não mais a metade. Também estará previsto o aumento do Auxílio Brasil dos atuais R$ 400 para R$ 600 e a criação do ‘voucher caminhoneiro’ de R$ 1 mil, pagos para 900 mil profissionais. O impacto financeiro do pacote de reajuste é calculado em R$ 34,8 bilhões, cerca de R$ 5 bilhões a mais do inicialmente previsto.


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *