Faixa Atual

Título

Artista


Transporte das urnas eletrônicas será realizado nesta sexta-feira e sábado

Escrito por em novembro 13, 2020

Após a preparação e a lacração, as urnas eletrônicas estão prontas para serem transportadas aos locais de votação

O transporte das urnas eletrônicas e cabinas de votação inicia nesta sexta-feira (13) e estará praticamente concluído no sábado (14), ficando apenas poucas para entrega no domingo antes da votação. O transporte é realizado por empresa contratada pela Justiça Eleitoral. Serão 23.753 urnas de votação e cerca de 2.600 de reserva para substituição dos equipamentos que porventura apresentem problemas. Do total de urnas, 2.630 são destinadas às seções da capital.

As urnas e cabinas de votação são recolhidas dos depósitos e levadas até os locais de votação, em todo o estado, sendo devolvidas aos cartórios pela mesma empresa após a eleição. Por razões de segurança, as urnas retornam sem as mídias que contêm os resultados, como conta o servidor da Seção de Planejamento e Apoio às Eleições, Edgar Santos: “As mídias são entregues pelos presidentes de mesa para a Junta Eleitoral para a totalização dos resultados das urnas”, explica.

Devido à pandemia, também serão entregues kits Covid, compostos por diversos itens, tais como, álcool em gel, máscaras e face shields. Os profissionais que realizarão o transporte foram instruídos a observar os protocolos de segurança e a permanecer por pouco tempo nos depósitos da Justiça Eleitoral. O veículo se apresenta no depósito, é carregado com as urnas e kits e segue o roteiro de distribuição. Ao chegar em cada local de votação, deve entregar as urnas e os kits ao administrador de prédio indicado como responsável.

Em casos excepcionais, os cartórios podem utilizar outros meios para entregar as urnas, como veículos da prefeitura ou, até mesmo, no próprio veículo do presidente da respectiva seção.

O transporte dos equipamentos é realizado após a conclusão da inserção dos programas e dados para a votação, lacração e inspeção final das urnas. Tais processos abrangem desde o teste dos componentes, da bateria e da impressora até a inserção do cartão de memória e da mídia de resultado nos quais, ao final da votação, os dados serão gravados. Concluídas essas etapas, as urnas são lacradas e colocadas em caixas devidamente identificadas com os locais e as seções em que serão utilizadas.

Essas tarefas, que iniciaram no dia 29 de outubro e encerram nesta semana, garantem a inviolabilidade das urnas e dos sistemas que serão utilizados para a votação dos prefeitos e vereadores do estado.

Fonte: TRE-RS


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *