Faixa Atual

Título

Artista


Tema da tribuna livre gera convocação de secretária de educação de Antônio Prado

Escrito por em abril 13, 2022

De todas as denuncias, apenas uma procede

Após uma denúncia feita por uma servidora municipal, que se utilizou da tribuna na última terça-feira (05), vereadores decidiram convocar a secretária de educação, Adriana Sartori e diretoras das escolas para esclarecimentos.

Em tribuna, a funcionária relatou a falta de servidoras para o cargo, gerando desvio de função, falta de produtos de limpeza e a grave acusação feita sobre o estado de conservação e o vazamento de gás em escola infantil.

A reunião foi realizada na tarde desta terça-feira (12) às 15h, na Câmara de Vereadores a fim de prestar informações e esclarecimentos acerca do assunto.

Estavam presentes a secretária de educação, diretoras das escolas municipais, o vice-prefeito, Elias Zulian e os vereadores: presidente Gelsomir Corassa, vice-presidente Vanderlei Cescon, secretário Andrei Casali, vereador Bernardo Francesquini e a vereadora Laís Sottoriva, além do assessor jurídico do Legislativo, Cristhian Carra.

Na abertura dos trabalhos o presidente Corassa relatou as denúncias feitas em tribuna e após passou a palavra para a secretária. Em suas primeiras palavras Adriana disse que apenas a denúncia de falta de servidoras procede, as demais não passam de invenção.

Como uma medida para suprir essa falta de servidoras, a secretária fez um acordo com as profissionais para que elas fizessem hora extra até resolver a situação, o que foi aceito.

Essas substituições não eram diárias, ocorriam esporadicamente em atestados e período de férias, não caracterizando desvio de função.

O vazamento de gás na Escola Municipal de Ensino Infantil Casa de Nazaré realmente ocorreu. De acordo com a secretária, o encanamento embutido na parede apresentou um vazamento, foi descoberto o local e foi contido isso antes do dia 05 de abril quando feita a denúncia.

Quanto à falta de produtos de limpeza Sartori diz também ser falsa. “Nós limitamos uma quantidade de produtos, pois estava havendo desperdício, por exemplo, uma escola com menor número de alunos utilizava mais produtos que uma escola com maior número. Descobriu-se que os produtos eram usados puros, sem adição de água. Assim, enviamos quantidade limitada, quando termina a direção solicita mais e o produto é entregue”, garante.

Para finalizar a reunião, a secretária e as diretoras, receberam a garantia de que os vereadores farão uma indicação para contratação de duas servidoras, com atividades tem todas as escolas municipais, quando necessário.

Imagens/Ronei Marcilio


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *