Faixa Atual

Título

Artista


Tecnologia pode encurtar trajeto entre Porto Alegre e Caxias do Sul

Escrito por em maio 27, 2021

Chamado de Hyperloop e com velocidade de até 1.200 km/h, projeto envolve transporte de pessoas e cargas

Um transporte em formato de cápsula que se movimenta por propulsão magnética, locomove pessoas e mercadorias a até 1.200 km/h e utiliza energia renovável. Essa ideia futurista foi sugerida para um trajeto no Rio Grande do Sul pela Hyperloop Transportation Technologies, que desenvolve e licencia o hyperloop – tecnologia de mobilidade urbana criada pelo empresário Elon Musk, da Tesla. Em um acordo com o governo do Estado do Rio Grande do Sul, a empresa se tornou responsável por realizar o primeiro estudo de viabilidade da América Latina, de uma rota que ligaria Porto Alegre, à cidade de Caxias do Sul, na serra gaúcha, em 17 minutos. 

Parecido com um avião sem asas e turbinas, o hyperloop tem capacidade para até 50 passageiros e funciona em um ambiente de baixa pressão, o que permite que ele opere em alta velocidade com quase zero atrito. A iniciativa, que também conta com o apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), irá realizar a análise das condições ambientais, socioeconômicas e de retorno financeiro do investimento para a localidade.

Também foram iniciadas conversas com empresas do ramo de energia no Brasil, pois planeja ter painéis de energia solar em todo trajeto. A principal parceria é com a Eletrobras, maior empresa brasileira de geração e transmissão de energia, para identificar as possibilidades de construção da infraestrutura.

O protótipo apresenta a vantagem de ser o único modal de transportes no mundo que não exige subsídios do governo, já que a tecnologia pode ser comprada e implementada por operadores logísticos, além de instituições privadas com papel relevante no segmento de infraestrutura e construção. Além de sustentável no ponto de vista ambiental, essa característica torna o transporte sustentável economicamente.

“Os modais atuais têm pouca capacidade ou interesse em desenvolver inovações relevantes contra problemas crônicos como engarrafamento, poluição e experiência do usuário. Além disso, o aumento da população metropolitana traz a necessidade de modelos de transporte com conexão rápida de regiões marginais aos centros das cidades. A tecnologia proporciona esse dinamismo crucial para a vida moderna”, declara o diretor da HyperloopTT na América Latina, Ricardo Penzin.

Fonte: Jornal do Comércio


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *