Faixa Atual

Título

Artista


Setor de diálise do HSJB, de Nova Prata, chegou ao limite de atendimentos

Escrito por em maio 31, 2021

Atualmente são atendidas 56 pessoas em dois turnos

Um dos serviços do Hospital São João Batista, de Nova Prata, chegou ao limite de atendimentos: é o setor de diálise que abrange 15 municípios da região nordeste do Estado.

O administrador do HSJB, Marcos Santori, explica que são 17 máquinas, porém uma é exclusiva para atendimento de pacientes com hepatite B e uma fica reservada para eventuais problemas técnicos nas demais. Atualmente são atendidas 56 pessoas em dois turnos. Além da dificuldade representada pela quantidade de equipamentos, há a falta de recursos humanos o que provocou o envio de um comunicado à Secretaria Municipal de Saúde de Nova Prata.

– Comunicamos a situação à Secretaria de Saúde de Nova Prata que deverá repassar a informação aos demais municípios e à 5ª Coordenadoria Regional de Saúde com o objetivo de que seja viabilizado o atendimento a futuros pacientes que precisam de diálise – informa Santori.

O médico nefrologista e responsável pelo setor, Charles Wurzel, alerta que a Covid-19 fez o número de atendimentos aumentar.

– Vários pacientes com Covid-19 precisam de diálise quando estão internados à espera de vagas em UTI(Unidade de Terapia Intensiva). Também diminuíram o número de transplantes renais na pandemia, além da chegada de novos casos que não haviam procura do auxílio médico especializado desde março do ano passado. Nesta semana, iniciamos o atendimento a mais cinco pacientes com insuficiência renal crônica e isso significa que o tratamento será contínuo – explica o médico.

Uma das alternativas para atender à demanda de serviço de diálise é criar mais um turno. Porém, há carência de profissionais técnicos e recursos financeiros disponíveis.

A saber

A diálise é um processo artificial para remover os resíduos e excesso de líquidos do corpo. É necessária quando os rins não estão funcionando adequadamente.

Fotos: Silvana Toscan/HSJB

Texto: Sonia Reginato/DC


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *