Faixa Atual

Título

Artista


Serra Gaúcha terá reforço no policiamento a partir desta quarta-feira

Escrito por em novembro 4, 2020

Atenção especial será para Caxias do Sul que registrou em outubro 24 assassinatos e está preocupando as autoridades do Estado

A partir desta quarta-feira (4), a Serra gaúcha terá reforço de policiamento e investigação para ampliar o combate ao crime, em especial os delitos de homicídio e especificamente para Caxias do Sul que teve em outubro 24 assassinatos, o maior desde 2016, que naquele ano teve um crime a mais. O incremento foi definido em reunião realizada na tarde desta terça-feira (3), entre o vice-governador e secretário da Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior, e as chefias das instituições vinculadas à Secretaria da Segurança Pública (SSP), dentro do ciclo de monitoramento da Gestão de Estatística em Segurança (GESeg) do programa RS Seguro.

Além do efetivo regular, irá atuar na região um pelotão de Polícia de Choque da Brigada Militar, com 16 viaturas e 60 policiais militares especializados no enfrentamento e na dissuasão de conflitos. A Polícia Civil também irá reforçar a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Caxias do Sul. Um delegado e uma equipe de investigadores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Capital estarão na região para intensificar especificamente a investigação de assassinatos, de forma a agilizar a resolução de autoria dos delitos e a identificação dos envolvidos. Além disso, o Instituto-Geral de Perícias (IGP) determinou prioridade para os laudos relacionados a crimes de homicídios, o que também vai colaborar para acelerar as apurações.

“Identificamos essa situação atípica e imediatamente passamos a adotar ações de contenção. Tanto que a Brigada Militar enfrentou duas situações de confronto com grupos de criminosos que não se renderam a acabaram mortos. A Polícia Civil também já tem mapeada origem do acirramento desses conflitos e está com investigações avançadas. Também estamos em contato permanente com a Secretaria de Administração Penitenciária para afinar a troca de informações e eventuais medidas internas no sistema prisional. Esse reforço de agora chega para tranquilizar a comunidade de que manteremos o monitoramento diuturno das ocorrências, adotando reação enérgica para retomarmos a normalidade”, afirmou Ranolfo.

As ações de policiamento e investigação na região serrana permanecerão intensificadas, pelo menos, até a data de realização do 1º turno das eleições, em 15 de novembro, quando haverá mobilização integrada específica para garantir a segurança do pleito.

Outubro sangrento

Em outubro, em meio às disputas de território na venda de drogas entre facções criminosas, Caxias do Sul registrou 24 assassinatos, incluindo troca de tiros com a BM, decapitações, esquartejamentos, execuções de três pessoas de uma mesma família (mulher estava grávida), além de corpos carbonizados.

Ouça audio com o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior

Foto: Carlos Ismael Moreira/ Piratini

Fonte: Ass.Imprensa Governo RS

Reunião do vice-governador Ranolfo Vieira na tarde desta terça-feira definiu diretrizes

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *