Faixa Atual

Título

Artista


Sem ter condições de pagar R$ 850 milhões, Caxias perde novo recurso no Caso Magnabosco

Escrito por em junho 22, 2022

Para pagar a dívida, a Administração Municipal alerta que Caxias do Sul poderá entrar em colapso financeiro

O ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) receitaram, por unanimidade, nesta quarta-feira (22), mais um recurso do município de Caxias do Sul no Caso Magnabosco.

O processo, que se arrasta há 50 anos, envolve uma área que a família doou, em 1966, para a construção da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Como a construção da instituição não se confirmou naquele terreno, a administração municipal da época descumpriu o acordo e deveria devolver os 57 mil metros quadrados de terra. No entanto, com o decorrer dos anos, centenas de famílias construíram casas neste local, dando origem ao bairro 1º de Maio.

Conforme disse, mais uma vez, o prefeito Adiló Didomenico, o município não tem condições de fazer o pagamento. Estima-se que o valor a ser pago chegue a R$ 850 milhões.

“O resultado de hoje, se mantido, poderá levar a cidade a um colapso, sendo inviabilizada economicamente por décadas e comprometendo serviços básicos como saúde, educação e assistência social”, declarou, em nota, a Prefeitura de Caxias do Sul.

O procurador Geral do Município, Adriano Tacca e o procurador Felipe Dal Piaz, acompanharam a votação presencialmente em Brasília. Eles estarão reunidos nos próximos dias para avaliar que recursos ainda são possíveis.


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *