Faixa Atual

Título

Artista


Secretário de obras de Antônio Prado diz que rompimento do asfalto era previsto

Escrito por em fevereiro 2, 2021

Havia um bueiro entupido no local

O temporal que caiu na sexta-feira (29), foram cerca de 80mm, em pouco mais de meia hora, causou transtorno e prejuízos em vias públicas. Um dos pontos onde o temporal causou prejuízo, foi na rua Camilo Marcantônio, próximo ao Mercado União, no meio da via o asfalto não resistiu e acabou rompendo.

Segundo o Secretário de Obras, Gilberto Ramos, que concedeu entrevista a Rádio Solaris na segunda-feira (01), esse era um problema previsto que iria ocorrer, “antes de ser feito o asfalto, um servidor da prefeitura que fiscalizava a obra, alertou a empresa e a prefeitura sobre a existência de um tubo de drenagem, que cruza a rua, estava entupido, e nada foi feito, foi simplesmente colocado o asfalto sem a substituição do duto”.

Alagamentos também foram registrados em dois pontos, na rua 7 de Setembro, em frente a Padaria JS, e na rua Presidente Castelo Branco, em frente a antiga Agrimar.

Para Gilberto “o asfalto é bom nas vias, porém, a água não infiltra, acaba acumulando nas bocas de lobo, que são pequenas, de 80 centímetros de largura por 15 de profundidade, com grade para evitar que os pneus das bicicletas caiam, dai a chuva leva o lixo que as pessoas põem na rua e os bueiros entopem facilmente”.

Como nenhuma das obras de pavimentação foram entregues para a prefeitura, o conserto caberá à empresa que as realizou.

De acordo com Ramos, como a obra ainda não foi entregue oficialmente para a prefeitura, a responsabilidade de reparo é da empresa executora da obra.

Foto redes sociais


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *