Faixa Atual

Título

Artista


Secretaria da Saúde de Nova Pádua alerta para o risco da febre amarela

Escrito por em maio 6, 2021

Nas últimas semanas, alguns municípios próximos registraram casos da doença em bugios, o que deixou a região em estado de alerta

A prefeitura de Nova Pádua, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e Assistência Social, faz um alerta para o risco de transmissão da febre amarela. Nas últimas semanas, alguns municípios da região registraram casos da doença em bugios, o que deixou a região em estado de alerta.

A febre amarela é uma doença causada por vírus e transmitida a pessoas e animais através da picada de mosquitos de espécies silvestres, comuns em áreas rurais e de matas densas. A doença não é transmitida diretamente dos animais para os seres humanos. 

A preocupação aumenta à medida que o mosquito aedes aegypti também pode ser portador da doença em áreas urbanas. A febre amarela causa febre, dores no corpo, cansaço, náuseas, vômito, pele e olhos amarelados, entre outros, por isso na presença de qualquer sintoma, a pessoa deve procurar imediatamente atendimento médico.

Para ampliar o monitoramento da circulação do vírus no município, a Vigilância em Saúde solicita colaboração da população. “Sempre que algum munícipe encontrar bugio ou outro primata morto, deverá entrar em contato imediatamente com o setor de Vigilância em Saúde para que a equipe técnica possa iniciar investigação e demais ações de prevenção”, enfatiza Sandrine Severo Atarão, enfermeira responsável pelo setor de epidemiologia da UBS.

Ainda segundo a profissional, as pessoas devem evitar fazer trilhas e passeios em áreas de mata. Se for inevitável, devem usar roupas compridas e repelentes. Ao aparecimento de sintomas, as pessoas devem procurar atendimento médico imediatamente. Caso as pessoas encontrem bugios mortos, não devem mexer na carcaça e comunicar imediatamente o Fiscal da Vigilância Sanitária, Paulo Pagliosa, através dos fones (54) 3296-1749 ou (54) 3296-1747.


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *