Faixa Atual

Título

Artista


Secretaria da Saúde de Flores da Cunha confirma quatro focos do mosquito da dengue

Escrito por em março 5, 2020

Larvas do Aedes Aegypti foram localizados no começo deste mês na área central e no bairro Vindima

A Secretária da Saúde de Flores da Cunha informa que recebeu a confirmação de quatro focos com larvas do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. Os mesmos foram localizados no início deste mês na área central (três locais) e no bairro Vindima. Com o resultado positivo o setor de dengue já mobilizou as equipes para realizar a chamada varredura, onde todas as casas e estabelecimentos comerciais passaram por vistoria num raio de 300 metros.

Conforme Márcio Campos, responsável pelo setor da dengue no município, também durante esta última semana e nos próximos dias todos os agentes de saúde das Unidades Básicas de Flores da Cunha auxiliam os agentes da dengue na varredura dos principais pontos da cidade. A Secretaria da Saúde solicita que a população permita a entrada dos profissionais nas residências e prédios comerciais, os mesmos estão identificados com uniforme do município e com crachás.  

Campos reforça o pedido para que os munícipes fiquem atentos aos possíveis locais onde o mosquito possa depositar os ovos e os eliminem. A orientação é que neste período pelo menos uma vez por semana as pessoas vistoriem as residências, escolas e ambientes de trabalho. 

Faça a sua parte e mantenha o Aedes Aegypti longe:


– Mantenha lixeiras bem tampadas e ralos limpos e com telas;
– se acumulou água no prato de planta, lave-o com escova, água e sabão, limpando-os semanalmente e preenchendo os de vasos de plantas com areia;
– mantenha a lixeira externa fechada, assim como os tonéis, para não acumular água da chuva;
– guarde garrafas em local protegido da chuva ou viradas para baixo;
– cuidado com as piscinas, principalmente as sem motor para movimentar a água. A colocação de cloro na água é importante;
– não deixe lixo acumulado nos pátios nem jogue na rua;
– limpe as calhas para que elas não represem água;
– lave os potinhos de água e comida do cachorro, com escovas ou buchas, esfregando bem nas bordas;
– não deixe pneus em áreas abertas. Eles acumulam água e comumente são focos do Aedes Aegypti;
– retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa;
– cubra e realize manutenção periódica de áreas de piscinas e de hidromassagem;
– atenção com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água;
– deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água;
– terrenos baldios ou lixo acumulado na rua, a Secretaria Municipal de Saúde deve ser acionada para remover os possíveis criadouros.

Ouça entrevista com Márcio Campos do departamento do combate a dengue de Flores da Cunha

Equipes da Secretaria da Saúde reforçarão varredura em vários pontos da cidade

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *