Faixa Atual

Título

Artista


Rua continua interrompida no trecho onde veículo foi engolido por cratera em Flores da Cunha

Escrito por em janeiro 19, 2020

Já passaram 2 meses desde o acidente, porém as obras ainda não iniciaram

Passados 60 dias do fatídico 19 de novembro de 2019, quando, após o rompimento de uma adutora, se abriu uma cratera na Rua General João Manuel e um veículo foi engolido, o trecho continua interditado e os reparos ainda não foram feitos. As imagens do momento que o Honda City “entra” totalmente dentro do buraco, rodaram o Brasil inteiro.

Na ocasião, dirigia o veículo Vanessa Cavagnolli, 35 anos, que afirmou não ter visualizado que o asfalto havia cedido. No carro estava também a filha da condutora, de 12 anos.  A motorista teve ferimentos no rosto e permaneceu internada no Hospital do Círculo em Caxias do Sul por alguns dias. Já a adolescente saiu ilesa.  

A explicação do porquê ainda não ter sido concluído trabalho, foi dada, informalmente, pelo Prefeito de Flores da Cunha, Lídio Scortegagna (MDB). Em conversa com a reportagem da Rádio Solaris FM 99.1, Lídio disse que se a obra fosse feita de forma emergencial, o custo seria muito maior. O chefe do executivo afirmou que a diferença seria superior a 50%.

“Em tempos de crise financeira e diminuição de recursos, devemos economizar cada centavo”, explicou Scortegagna. O prefeito afirmou ainda que nos próximos dias deve ser aberta a licitação para contratar a empresa que fará o trabalho. “Esperamos brevemente poder liberar o trecho para a comunidade”, disse.

A prefeitura informou também que decidiu, após estudos nas galerias pluviais da região, de que será necessário restaurar um trecho além daquele onde está a cratera. Por isso, devem ser trocadas cerca de 30 galerias na General João Manuel, dando segurança de que o fato não ocorra novamente.

Cratera continua aberta na Rua General João Manuel

RELEMBRE O CASO
Um veículo foi engolido por uma cratera que se abriu no asfalto na rua General João Manuel, no centro de Flores da Cunha. O acidente ocorreu nas proximidades da Praça Nova Trento (popularmente chamada de Praça da Corsan), quase no cruzamento com a rua Júlio de Castilhos, por volta das 14h15min da terça-feira, dia 19 de novembro.

Segundo relato de moradores que presenciaram a ocorrência, a cratera se abriu após a passagem de um caminhão caçamba carregado de terra. O Honda City que estava atrás e era conduzido por uma mulher, de 35 anos, caiu no buraco. Também estava no automóvel a filha da condutora, de 12, que não ficou ferida. O intervalo entre a abertura da cratera e o momento que o veículo cai, foi de 16 segundos.

O buraco na via foi possivelmente aberto por conta do rompimento de uma adutora que passa pelo local e o asfalto acabou cedendo com a passagem de veículos na região. A cratera tem cerca de 5m de comprimento, 3 de largura e 2,5m de altura.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *