Faixa Atual

Título

Artista


“Relaxamos nos cuidados”, afirma presidente da Amesne

Escrito por em dezembro 2, 2020

José Carlos Breda concedeu entrevista à Rádio Solaris 97.3 nesta quarta-feira

A Serra Gaúcha foi classificada em bandeira vermelha na última segunda-feira (30), onde setores da indústria, comércio e demais estabelecimentos podem seguir em funcionamento, porém com novas restrições.

A macrorregião da serra possui 49 municípios e mais de um milhão de habitantes, destacada como uma região produtora e de muito movimento. A decisão de bandeira vermelha foi vista com preocupação, embora Breda reconheça que já estava sendo percebido o aumento dos indicadores de casos, óbitos e internações por coronavírus.

O presidente da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), José Carlos Breda, destaca a importância da população buscar atendimento em caso de sintomas, isso dentro do período de cinco dias, onde estudos mostram que, agindo dessa forma, as possibilidades de internações são menores.

Conforme Breda, houve um relaxamento de medidas especialmente nas atividades do comércio. As ações a serem realizadas a partir de agora dizem respeito ao aumento da fiscalização, bem como o acompanhamento dos pacientes em monitoramento e das orientações através dos veículos de comunicação.

Conforme o presidente da Amesne, a região da Serra Gaúcha está dentro do contexto estadual, que apontou piora nos indicadores. Os hospitais da região têm recebido pacientes de outras regiões e inclusive transferências de instituições de saúde da própria serra. Um exemplo é Antônio Prado, onde já foram realizadas transferências de pacientes internados para Caxias do Sul.

Confira a entrevista completa

Novas regras para bandeira vermelha:

• Permissão de comércio, sem restrição de dias, mas com restrição de horário (até 20h);
• Permissão de restaurantes, lancherias e bares, sem restrição de dias, mas com restrição de horário (até 22h), clientes somente sentados, com distanciamento de dois metros entre mesas para grupos de até seis pessoas, sem música ao vivo ou ambiente que prejudique a comunicação;
• Permissão de funcionamento de atividades em locais abertos, com controle de acesso, vedado alimentação e bebidas (shows, espetáculos, drive-in, parques de aventura, zoológicos etc.);
• Vedado o funcionamento de atividades em locais fechados (teatros, cinemas, casas de shows, etc.);
• Vedada a permanência em locais abertos sem controle de público (ruas, praias, parques, praças, etc.), permitida apenas circulação ou prática de exercícios físicos;
• Vedados eventos sociais (casamentos, festas, formaturas, aniversários etc.);
• Vedação do uso de áreas comuns em condomínios e clubes (brinquedos, salões de festas, piscinas, churrasqueiras compartilhadas, quadras etc.);
• Reforço aos protocolos gerais, em especial: máscara, distanciamento, álcool gel e ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas);
• Manutenção das atividades de ensino no modelo híbrido, respeitando aos protocolos nas atividades presenciais;
• Demais medidas segmentadas sem alteração.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *