Faixa Atual

Título

Artista


Relatório mostra que barragens críticas aumentaram 51% em 2018

Escrito por em dezembro 12, 2019

Dados foram divulgados pela Agência Nacional de Água.

O Relatório de Segurança de Barragens 2018, divulgado na quarta-feira (11), lista 68 barragens classificadas como “críticas”, isto é, com algum comprometimento estrutural importante. O número representa um aumento de 51% em relação a 2017, quando o relatório apontou 45 estruturas com essa classificação. Em 2016, foram registradas 25.

Conforme a Agência Nacional de Água esse aumento não significa necessariamente que o número de barragens que causam preocupação seja maior. “Pode refletir maior inclusão de dados, bem como expansão das atividades de fiscalização”.

Foram listados nesse relatório 17.604 barragens. Destas, 4.830 reúnem as características necessárias para que estejam sujeitas a cumprir uma série de medidas previstas na Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB), tais como a elaboração de um plano de segurança. 

Entre as 45 que foram consideradas críticas em 2017, 25 permanecem na lista de 2018 e 20 foram retiradas. 

Em relação à edição de 2017, o novo relatório também registra um aumento de 26% das barragens classificadas simultaneamente com Dano Potencial Associado, onde, em caso de rompimento, pode haver perdas de vidas humanas e grandes impactos econômicos, sociais e ambientais.

Fonte: Agência Brasil – Léo Rodrigues.

Em Itatiaiuçu, barragem Serra Azul. A estrutura pertence à mineradora ArcelorMittal.

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *