Faixa Atual

Título

Artista


Protásio Alves certifica sua primeira agroindústria

Escrito por em agosto 5, 2020

O documento dá à empresa a possibilidade de comercializar seu produto

Na terça-feira, 04, no gabinete do prefeito de Protásio Alves,  a Agroindústria Turani recebeu o Título de Registro do Serviço de Inspeção Municipal, o primeiro a ser conferido no Município.

O veterinário, Felipe Jacques, explica que o documento dá à empresa a possibilidade de comercializar seu produto.

– A certificação aconteceu após o atendimento à legislação pertinente que foi conferido in loco. Este é o primeiro título concedido pelo Município e esperamos que novos sejam expedidos em breve – explica Jacques.

O secretário da Agricultura, Thalisson Lorencet, lembrou que o primeiro registro de agroindústria no Município é fruto da gestão municipal, do Serviço de Inspeção Municipal, da Emater e dos empreendedores e seus colaboradores.

O prefeito José Spanhol salientou que, apesar da pandemia do coronavírus adiar algumas ações coletivas, o Município se empenha para dar sequência a tudo que oferece mais qualidade de vida aos munícipes e os incentiva a empreender.

Também participaram da solenidade de entrega João Cardozo, engenheiro agrônomo da Emater, e a médica veterinária da agroindústria, Chely Bitarello.

A Lei de incentivo

Com a aprovação da Câmara de Vereadores, a administração municipal instituiu o programa de incentivo às agroindústrias. O objetivo é incentivar o processo de instalação, reforma ou manutenção visando a valorização da produção local, ao desenvolvimento rural e a promoção da segurança alimentar de origem animal ou vegetal.

A primeira beneficiada pelo programa, Inês Maria Gaspari Turani, recebeu o cheque no valor de R$ 8 mil em sua propriedade no dia 08 de agosto de 2019.

A Família Turani cria galinhas caipiras e o valor do erário complementou o investimento de R$ 25 mil na construção do espaço ideal para ser licenciado para a embalagem e comercialização de ovos.

Para ser beneficiada com o incentivo do Município, a agroindústria precisa atender critérios definidos na lei municipal que prevê também incentivo através de fornecimento gratuito de serviços de máquinas com limite de horas definido na lei, assim como é concedida a isenção do pagamento da taxa de licenciamento ambiental.

Em mais uma ação de incentivo à geração de renda e trabalho e pela permanência sustentável no meio rural, Prefeitura e agroindústrias contam com o apoio da Emater. 

Fotos: Sonia Reginato e Douglas Calza/C+C

Sonia Reginato

CONECTA+ COMUNICAÇÃO

Imprensa Oficial dos Municípios de Nova Prata e Protásio Alves


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *