Faixa Atual

Título

Artista


Protásio Alves altera valor de UFM para o exercício 2021

Escrito por em janeiro 28, 2021

O projeto foi aprovado por unanimidade

O Município de Protásio Alves utilizava como referência para os serviços públicos, Imposto Territorial Urbano (IPTU), horas máquinas, taxas de alvarás e outros, o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) que em 2020 chegou ao patamar de 23,14%.

Para adequar a Unidade Financeira do Município (UFM), a administração municipal enviou à Câmara de Vereadores, o projeto de lei que adota no exercício 2021, o Índice Nacional do Preço  ao Consumidor Amplo (IPCA) que foi de 4,52% na soma dos últimos 12 meses. 

– Se continuássemos a usar o IGP-M, todos os serviços públicos teriam o reajuste de 23,14%. Assim,  com a aprovação unânime dos vereadores em sessão extraordinária, adequamos à realidade econômica e que favorece a população –  destaca o secretário de Administração e da Fazenda, Darlei Cecchin.

O prefeito Itamar Girardi  explica que não há renúncia de receita, porque a contabilidade havia previsto para o orçamento de 2021, o aumento menor que o IGP-M.

– O projeto de lei foi estruturado com o aval da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs). Seguimos o que determina a lei sem onerar os cidadãos, considerando também o atual cenário em meio à pandemia  – ressalta Itamar. 

Foto: Sonia Reginato/C+C

CONECTA+ COMUNICAÇÃO

Imprensa Oficial dos Municípios de Nova Prata e Protásio Alves


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *