Faixa Atual

Título

Artista


Profissionais falam sobre os benefícios do pilates e da osteopatia

Escrito por em setembro 9, 2020

Ambos trazem vários benefícios para a saúde

Nesta quarta-feira (9), a fisioterapeuta Rafaela Bortolozzo e a fisioterapeuta Amanda Visentin, em entrevista à Rádio Solaris 97.3, trouxeram informações sobre os benefícios do pilates, que trabalha a musculatura com foco na postura e uma melhor consciência corporal, além da osteopatia, que busca identificar a origem da dor, reequilibrando as funções do organismo.

O pilates é um método que vem crescendo nos últimos tempos e contempla uma atividade física que traz inúmeros benefícios a saúde, entre eles: fortalecer a musculatura, flexibilidade, postura, respiração, melhora na consciência corporal, dores na coluna ciático tensões musculares entre outros. Atua na prevenção de patologias e auxilia na parte física e mental.

O foco principal do pilates não é o emagrecimento, mas sim a atividade física em si, que atua como forma de prevenção e tratamento de lesões.

Já a osteopatia é uma especialidade da fisioterapia exclusivamente manual que diagnostica e trata disfunções de mobilidade articular, muscular, visceral e craniano. Busca identificar a causa da dor, através de uma avaliação especifica e dessa forma utilizamos técnicas que agem dentro destes sistemas corporais.

Como a osteopatia busca a origem da dor, é possível reequilibrar as funções do organismo e funcionamento do corpo. A osteopatia trata de diversos problemas dentre eles: tendinites, bursites, hérnias discais, ciáticas ou qualquer tipo de dor na coluna e outras articulações; entorses de repetição; disfunções na ATM (articulação temporo-mandibular); alterações posturais; Cefaleias, enxaquecas e labirintite; cólicas menstruais, prostatites e cistites; distúrbios de sono; refluxo gastroesofágico, constipação intestinal; rinites, sinusites, asma e bronquite; dentre outras.

No Brasil o fisioterapeuta é o único profissional habilitado pelo Conselho de fisioterapia e terapia ocupacional, após realizar o curso de especialização por cinco anos a desenvolver tal procedimento

A maioria das pessoas só procuram essas atividades quando já possuem algum problema, mas é importante destacar que elas atuam também como forma de prevenção.

Foto: Internet

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *