Faixa Atual

Título

Artista


Prefeitura de Flores da Cunha compra mais 500 kits de testes rápidos para Covid-19

Escrito por em agosto 11, 2020

O investimento com esta nova remessa é superior a R$ 17 mil

A Prefeitura de Flores da Cunha, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), autorizou a compra de 500 kits de testes rápidos para Covid-19. A expectativa é que o material seja entregue no prazo de 15 dias, auxiliando assim o trabalho das equipes do Sistema Único de Saúde (SUS) no do diagnóstico de infecções pelo novo coronavírus. O investimento com esta nova remessa é de R$ 17.450,00.

Em Flores da Cunha, até o momento foram aplicados 1.246 testes rápidos, sendo que, 1.111 foram negativos. O município adquiriu com recursos próprios 700 testes rápidos, e 1.120 unidades foram encaminhadas pelos governos federal e estadual. No boletim informativo sobre o coronavírus desta segunda-feira (10), a cidade contabilizava 351 casos positivos, entre as mais diversas formas de testagem.  

Além de todos os pacientes do SUS, os exames estão sendo realizados nos trabalhadores dos serviços essenciais, e nos próximos dias vão ser utilizados para verificação dos colaboradores do comércio de rua (conforme agendamento e regramento que está sendo elaborado com as entidades de classe).

TESTES RÁPIDOS
Atualmente no SUS é utilizado o teste rápido através de anticorpos (que identificam uma resposta imunológica do corpo em relação ao vírus). Para este teste são coletadas amostras de sangue capilar ou venoso, faz-se uso de uma lâmina de nitrocelulose (uma espécie de papel) que reage com a amostra e apresenta uma indicação visual em caso positivo.

Testes Rápidos do Município: Aplicados a partir do 10º dia do início dos sintomas

  • Pacientes do SUS
  • Pacientes com Indicação Médica (que apresentam sintomas)
  • Familiares das pessoas que estiverem em isolamento domiciliar a partir do 10º dia
  • Trabalhadores dos serviços essenciais

Testes Rápidos do Governo do Estado/Federal: Aplicados a partir do 10º dia do início dos sintomas

  • Pessoas com idade igual ou superior a 50 anos;
  • Gestantes (em qualquer idade gestacional);
  • Profissionais que trabalhem em veículos de transporte de cargas e transporte coletivo de passageiros;
  • Trabalhadores de Estabelecimentos de Saúde, Segurança e Assistência Social que atendem pacientes com SG/SRAG e da Vigilância em Saúde;

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *