Faixa Atual

Título

Artista


Prefeitura de Caxias do Sul acredita que região passará para bandeira laranja nesta segunda-feira

Escrito por em agosto 17, 2020

Na sexta-feira, o governo estadual voltou a classificar a Serra em bandeira vermelha (risco alto)

A Serra Gaúcha foi incluída na bandeira vermelha (risco alto) no Modelo de Distanciamento do Governo do Estado na última sexta-feira (14). O prefeito de Caxias do Sul, Flácio Cassina recorreu da decisão por meio da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) neste final de semana. O resultado do recurso será anunciado na tarde desta segunda-feira (17) pelo Governador Eduardo Leite. A prefeitura acredita que a região vai se manter na laranja.

Por enquanto, a região de Caxias do Sul está em bandeira laranja (risco médio) no Modelo de Distanciamento do Governo do Estado. Além das regras estaduais, estão em vigor na cidade também os decretos municipais, como o do uso obrigatório de máscaras, o que proíbe a entrada de grupos nos estabelecimentos comerciais e o fechamento de parques e praças no final de semana, evitando aglomerações.

Sindilojas

Com as mudanças feitas nos protocolos do Distanciamento Controlado, na bandeira vermelha, caso seja confirmada nesta segunda-feira, o comércio varejista não essencial de rua, de centro comercial e os shopping centers podem atender com 25% trabalhadores de quarta a sábado, das 10 às 16h, respeitando teto de ocupação. A autorização para trabalhar com comércio eletrônico, tele-entrega, pegue e leve e drive-thru continua valendo para esta bandeira.

Além disso, o Estado publicou um Decreto que permite a cogestão dos Municípios para adotar medidas segmentadas específicas da bandeira imediatamente anterior à classificação final estipulada pelo Estado. Tanto a flexibilização do atendimento como a cogestão com os municípios sempre foram reivindicações do Sindilojas Caxias e para a presidente, Idalice Manchini, o Estado evoluiu com essa mudança. “A abertura do comércio mesmo na bandeira vermelha diminui a tensão que o comerciante vinha sentindo a cada semana. A limitação de dias para a abertura não é a ideal, mas já é um avanço para quem precisa ser atendido no comércio e para nós que precisamos trabalhar”, ressalta.

Foto: Rogério Costanza/Grupo Solaris

Se for confirmada a bandeira vermelha, serviços não essenciais poderão abrir com 25% da capacidade de quarta a sábado das 10h às 16h


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *