Faixa Atual

Título

Artista


Prefeito de Farroupilha se afastará do cargo

Escrito por em março 9, 2020

Claiton Gonçalves anunciou na manhã desta segunda-feira que vai se licenciar por motivos de saúde

O prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves (PDT) vai se afastar do cargo a partir desta quarta-feira, dia 11. Em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, dia 9, em seu gabinete, o chefe do executivo anunciou que vai se licenciar por questões de saúde e afirmou que vai fazer uma biópsia no estômago. Disse também que vai cuidar dos dois processos de impeachment aos quais responde.

O pedetista destacou que sentiu o agravamento de condições de saúde, que já existiam antes da tramitação do processo de impeachment, como o problema no estômago e a diabetes. “Estou perdendo muito, muito a minha saúde. Isso não tem sido simples. Eu tenho tido uma carga que é sobremodo grande até mesmo para o médico que é um cara que é frio, porque ele tem de ajudar na sua frieza, mas nós estamos em um momento de guerra civil-política na cidade. Isso não é bom para a cidade”, disse Gonçalves.

O prefeito afirmou ainda que acredita na coerência dos vereadores para que não aceitem o impeachment, pois não causou prejuízo ao município e não há ilicitude em suas ações. 

Com o afastamento do prefeito, quem assume é o vice, Pedro Pedrozo (PSB), que já adiantou que fará mudanças na administração municipal. “Algumas mudanças serão feitas internamente. Nós estaremos fazendo um reajuste em algumas coisas da forma como eu penso, dentro do mesmo projeto, respeitando principalmente a cidade”, frisou.

O afastamento do chefe do Executivo é por tempo indeterminado. Durante o período de licença saúde, Claiton continuará recebendo o salário.

Processos

O segundo pedido de impeachment  foi protocolado no dia 12 de fevereiro, na Câmara de Vereadores do município. O autor do pedido é o empresário farroupilhense Glacir Nazário da Silveira Gomes, que já havia protocolado o primeiro, mas o mesmo havia sido arquivado pelo fato de não preencher requisitos formais imprescindíveis, justificado pela procuradora da Casa Legislativa, Viviane Varela. A admissibilidade do documento foi aprovada na sessão do dia 17 de fevereiro por nove votos favoráveis a cinco contrários.

O terceiro pedido de impeachment foi protocolado no dia 2 de março pela OAB-RS e pela OAB subseção Farroupilha. Ele aponta quatro ilegalidades que teriam sido cometidas pelo gestor. A admissibilidade foi aprovada por unanimidade no dia 3 deste mês.

Foto: Ass.Imprensa Prefeit/Divulgação

Claiton se afastará por tempo indeterminado

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *