Faixa Atual

Título

Artista


Prefeito de Caxias do Sul tentará reverter decisão do governador

Escrito por em abril 15, 2020

Flávio Cassina reuniu gabinete de crise para discutir a posição de Eduardo Leite desta tarde de manter o comércio fechado até 30 de abril

Após o anúncio do governador Eduardo Leite da prorrogação do decreto do fechamento principalmente do comércio até o dia 30 de abril, o Prefeito Flávio Cassina convocou uma reunião do Gabinete de Crise da Prefeitura, em conjunto com as lideranças do comércio no final da tarde desta quarta-feira, dia 15, no Salão Nobre. Estiveram presentes os presidentes da CIC, CDL e Sindilojas. Cassina tentará se encontrar com o governador para demovê-lo desta decisão.

O grupo, acredita que o governador podia ter flexibilizado a Região da Serra, da mesma forma que as demais regiões do Estado – além da região de Caxias, também a região metropolitana segue com as restrições-, com as devidas restrições e cuidados de higiene para evitar a transmissão do coronavírus. “Estamos desde o dia 21 de março com tudo fechado. O isolamento preventivo foi positivo deu tempo de nos organizarmos no sentido de leitos, hospitais de campanha, investimentos e, claro, cuidando da saúde da população. Mas agora, com algumas coisas já flexibilizadas não é justo com os pequenos e médios comerciantes, sabendo que os hipermercados, por exemplo, que vendem praticamente tudo, estão abertos. Pensamos que podia haver uma abertura gradual do comércio”, explica Cassina.

Boletim

De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde (SMS) de Caxias do Sul, divulgado nesta quarta-feira, não houve novas confirmações para exames positivos para coronavírus na cidade nas últimas 24 horas. O município mantém 37 pacientes confirmados, sendo que 21 estão curados. Até o momento, 216 testes deram negativos, segundo a prefeitura. Dos 37 casos confirmados, 18 são homens, entre 15 e 79 anos, e 19 mulheres, entre 20 e 96 anos. 22 são profissionais da saúde. 

Quatro pacientes com a covid-19 estão internados em UTI, além de um suspeito. Na enfermaria são sete pessoas — uma positiva para o novo vírus e seis que aguardam resposta de exames. São 24 leitos de UTI ocupados (7 no Hospital Geral, 15 no Hospital Pompéia e 2 no Hospital Virvi Ramos). Os novos leitos ainda aguardam a portaria de habilitação.

Segundo o boletim, o óbito de um paciente de 52 anos, ocorrido no Hospital Geral, ainda aguarda o resultado de exame e está sob investigação

CDL Flores da Cunha

O prefeito de Flores da Cunha, Lídio Scortegagna disse através da sua assessoria de imprensa que a prefeitura vai aguardar a publicação oficial do novo decreto do Governo do Estado, para posteriormente fazer a avaliação e comunicar as determinações. O Centro de Operações de Emergência e a Secretaria da Saúde de Flores da Cunha informam que nas últimas 72  horas não foram coletados materiais para testagem de coronavírus.

Até o momento Flores da Cunha registrou oito casos suspeitos, sendo que, todos já foram descartados. Já em relação aos pacientes em isolamento domiciliar, totalizam 58 pessoas, nos últimos 14 dias ( prazo de manifestação da doença). No caso de dúvidas sobre o Coronavírus entrar em contato pelo telefone 3292-6808, em horário comercial, e em outros horários para o número 150 do governo estadual.

Em nota nas redes sociais, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas florense, Jásser Panizzon diz que apesar de todos esforços feitos pela CDL, sozinha ou em conjunto com várias outras entidades, sindicatos e órgãos da região e de todo o estado, o governo manteve as restrições e que aguarda a publicação oficial do novo decreto, para posteriormente fazer a avaliação e comunicar o direcionamento.

Veja a nota:

Reiteramos que continuamos, em conjunto com vários outros órgãos, buscando alternativas. É importante dizer que, neste momento, uma divisão no setor é imprudente e pode estar carregada de narcisismo. Não divulgamos a todo momento as nossas ações mas podem estar seguros de que são várias, sistematicamente. A CDL Flores da Cunha frisa que sempre esteve, está e estará inteiramente aberta a todos os comerciantes, associados ou não”.

Sindilojas

O Sindilojas Caxias, representante legal do comércio varejista, busca na justiça a reabertura do comércio caxiense. Na terça-feira, dia 14, o sindicato entrou com uma ação declaratória no Fórum local com pedido de tutela de urgência solicitando a reabertura, seguindo os mesmos critérios das demais categorias que estão permitidas a atuar na cidade. Em despacho nesta quarta-feira, dia 15, antes do anúncio do Governador, o juiz que analisa o mérito do processo resolveu aguardar o pronunciamento Eduardo Leite para posteriormente decidir sobre a Liminar.

Dessa maneira, a entidade sindical tem o prazo de cinco dias para manifestar sobre a continuação da demanda. O Sindilojas reforça a seus representados que enquanto não houver uma decisão judicial, o lojista deve acatar as determinações do decreto Estadual.  A medida judicial tem apoio da Federação do Comércio de Bens e Serviços do Rio Grande do Sul (Fecomércio-RS) e leva em conta o imenso impacto econômico sofrido pelo segmento com o fechamento total das lojas.

 A presidente do Sindilojas Caxias, Idalice Manchini, acredita que os indicadores de Caxias do Sul para novos casos de Covid-19 estão estáveis e que a decisão do Estado terá um profundo impacto negativo. “É lamentável essa decisão e estamos viabilizando uma reunião com o governador amanhã (quinta) para expressar o descontentamento da categoria. Em Caxias já tivemos praticamente um mês de isolamento social e tanto aqui como nos 14 municípios que compõem a região metropolitana da Serra, muitos deles de pequeno porte, não há uma quantidade de casos de Covid-19 que sustentem essa decisão”, considera a líder empresarial.

Fotos: Fabiana de Lucena/Ass.Imprensa Prefeit.

Fonte: Ass.Imprensa Prefeit. e Sindilojas Caxias

Prefeito Cassina quer se reunir com governador Eduardo Leite para reverter decisão

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *