Faixa Atual

Título

Artista


Prefeito de Caxias do Sul é afastado do cargo

Escrito por em dezembro 22, 2019

Processo de impeachment de Daniel Guerra foi acatado pela maioria dos vereadores na manhã deste domingo na Câmara Municipal após mais de 50 horas de sessão

Após 50 horas ininterruptas, a Câmara de Vereadores de Caxias do Sul aprovou às 11h37min deste domingo, dia 22, o impeachment do prefeito Daniel Guerra. Por 18 votos a 4, na mais longa sessão extraordinária dos 127 anos de história do Legislativo caxiense, foi aprovada a cassação com base em três das quatro denúncias apresentadas pela Comissão Processante que analisou o caso.

Apenas em uma das denúncias, os 22 vereadores – presidente Flávio Cassina se absteve de votar em todos os quatro itens – votaram pelo não (que tratava de irregularidades na licitação da UPA 24 horas Central). A primeira questão tratava da proibição da bênção dos capuchinhos na Praça Dante.

Foram 18 votos a favor e 4 contrários a cassação do prefeito

Outras duas denúncias, que tratavam sobre desrespeito à lei no fechamento do Postão 24 Horas, por ter tomado essa decisão sem autorização do Conselho Municipal da Saúde (CMS), e também por ato discriminatório por não autorizar a realização da Parada Livre na Praça Dante Alighieri, foram também aprovadas por 18 a 4. O processo de impeachment foi protocolado pelo ex-vice-prefeito Ricardo Fabris de Abreu.

Favoráveis a cassação do prefeito Guerra lotaram o plenário na manhã deste domingo

Somente os vereadores Renato Oliveira, Elisandro Fiuza, Renato Nunes e Denise Pessoa foram contrários ao impeachment. Às 12h08min, o presidente da mesa, Flávio Cassina, proclamou o resultado, confirmando a cassação do prefeito. Com isso, Cassina assume o cargo de prefeito de Caxias do Sul interinamente e os vereadores terão 30 dias para eleger indiretamente um prefeito e um vice. A vereadora Paula Ioris (PSDB), atual vice do Legislativo, assume a presidência da Casa.

Flávio Cassina, presidente da Câmara Municipal (sentado) assume interinamente a prefeitura por 30 dias

Agora o resultado deverá ser publicado no Diário Oficial para depois ir a Justiça Eleitoral e comunicar uma notificação ao prefeito Guerra, que deve ocorrer nos próximos dias.

Acompanhe vídeo abaixo no momento em que foi proclamado o resltado de cassação do prefeito Guerra

Votaram pela cassação:

– Adiló Didomenico (PTB)

– Adriano Bressan (MDB)

– Alberto Meneguzzi (PSB)

– Alceu Thomé (PTB)

– Arlindo Bandeira (PP)

– Edi Carlos de Souza (PSB)

– Edson da Rosa (MDB)

– Elói Frizzo (PSB)

– Felipe Gremelmaier (MDB)

– Gustavo Toigo (PDT)

– Kiko Girardi (PSD)

– Paula Ioris (PSDB)

– Paulo Périco (MDB)

– Rafael Bueno (PDT)

– Ricardo Daneluz (PDT)

– Rodrigo Beltrão (PT)

– Tatiane Frizzo (Solidariedade)

– Velocino Uez (PDT)

Votaram contra a cassação:

– Denise Pessôa (PT)

– Elisando Fiuza (Republicanos)

– Renato Nunes (PL)

– Renato Oliveira (PCdoB)


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *