Faixa Atual

Título

Artista


Pradense Dom Orlando Dotti comemora 90 anos

Escrito por em junho 23, 2020

Recluso na Casa Paroquial, o pradense se dedica a leitura da bíblia e estudo do latim

Dom Orlando Octacílio Dotti nasceu em 22 de junho de 1930 na Comunidade de Nossa Senhora da Saúde, linha Silva Tavares, Antônio Prado, comemorou na segunda (22), 90 anos de vida.

Bispo de Vacaria durante os anos de 1986 a 2003, Dom Orlando atualmente faz análises de documentos que fazem parte do acervo da diocese.

Recluso na Casa Paroquial, o pradense se dedica a leitura da bíblia e estudo do latim.

Um resumo da historia de Dom Orlando

Aos 12 anos ingressou no Seminário dos Capuchinhos em Veranópolis, com 19 anos tornou-se religioso Capuchinho. Foi ordenado Sacerdote em 08 de abril de 1956, em porto Alegre.

Em 12 de março de 1969 foi nomeado Bispo da nova Diocese de Caçador – SC.

Em 1949, fez o noviciado em Flores da Cunha, quando recebeu o nome de Frei Orlando.

De 1950 a 1952, cursou Filosofia em Marau; a faculdade de Teologia cursou em Garibaldi, de 1953 a 1955, e em 1956, em Porto Alegre.

Foi ordenado sacerdote no dia 8 de abril de 1956. De 1957 a 1961 foi professor no Seminário dos Capuchinhos na cidade de Ipê. Foi diretor do Ensino Médio do Seminário dos Capuchinhos, em Marau, de 1962 a 1964; professor de Filosofia e Educação, em Ijuí, de 1964 a 1966 e diretor e superior do Seminário de Filosofia, em Ijuí, de 1967 a 1969. Aos 12 de março de 1969 foi nomeado pelo Papa Paulo VI para bispo da Diocese de Caçador. Foi fundador e diretor dos Cursos Superiores da FEARPE, em Caçador; membro do Conselho Estadual de Educação do estado de Santa Catarina, membro da Comissão Episcopal de Pastoral da CNBB, de 1979 a 1983, foi membro do Departamento de Ação Social do CELAM, de 1979 a 1983.

No dia 1 de abril de 1976 foi transferido para a Diocese de Barra, como bispo diocesano, função que exerceu até o dia 30 de maio de 1983 quando foi nomeado pelo Papa João Paulo II, bispo coadjutor de Vacaria.

No dia 5 de fevereiro de 1986 assumiu o governo da Diocese de Vacaria, cargo que ocupou até o dia 12 de novembro de 2003, quando o mesmo Papa aceitou o seu pedido de renúncia por motivo de saúde.

Foi presidente da Comissão Pastoral da Terra, de 1993 a 1997, membro da Pax Christi Internacional, de 1997 a 1999 e membro do Conselho de Justiça e Segurança do estado do Rio Grande do Sul, no ano 2001.

No dia 28 de dezembro de 2005 recebeu o título de cidadão Lagoense da Câmara de Vereadores da cidade de Lagoa Vermelha.

Com os problemas de saúde de seu sucessor, em Vacaria, no dia 18 de janeiro de 2007 foi nomeado administrador apostólico de Vacaria, ocupou este posto até agosto de 2008 com a posse do novo bispo da Diocese de Vacaria.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *