Faixa Atual

Título

Artista


Pradense coordena o maior projeto de produção de Grafeno da América Latina

Escrito por em julho 14, 2021

Diego Piazza falou sobre o material inovador que pode ser utilizado em diversas áreas inclusive na saúde

Nesta quarta-feira (14) o Pradense que coordena o projeto UCSGraphene em Caxias do Sul, Diogo Piazza, concedeu entrevista à Rádio Solaris 97.3FM em que falou sobre a produção de Grafeno na região.

Atualmente a UCS Graphene, em Caxias do Sul, possui a maior planta de produção de Grafeno na América Latina. O Grafite é a fonte principal de extração do Grafeno e o projeto trabalha na separação de camadas desta forma potencializando suas propriedades. O material é considerado 200 vezes mais forte que o aço, extremamente leve, possui características lubrificantes e é resistente a radiação UV.      

Ele pode ser usado na área da saúde no desenvolvimento de nano sensores já utilizados na Espanha em que o Grafeno auxilia no desentupimento de veias, na construção civil é utilizado em aditivos para aumentar a resistência do concreto, uso em aditivos de lubrificantes de motores, tecidos com efeito bactericida e térmico, entre outras aplicações.    

Desde 15 de março de 2020 a UCS Graphene atua na produção de cerca de cinco toneladas em escala nanométrica. A espessura de um grafeno pode ser equiparada a um milímetro da régua dividido por um milhão. O Brasil detém as maiores reservas de grafite do mundo, sendo cerca de 56%.

“Somos considerados referência em produção de Grafeno na América Latina e já temos inúmeros produtos sendo lançados, vários desenvolvidos e parcerias já formalizadas. Realmente a gente avançou muito neste curto espaço de tempo e estamos falando de um ano e três meses”, comentou.

Piazza também comentou a visita do presidente Jair Bolsonaro acompanhado de ministros que participou de evento sobre o material o que em sua opinião foi importante por validar e demonstrar a seriedade desse material e de todo o trabalho desenvolvido.

“A UCS já é considerada referência e a visita do presidente da República e sete ministros no dia 09 de julho fortalecem isso. Hoje somos conselheiros do Ministério da Ciência e Economia no âmbito do Grafeno, Nanotecnologia e materiais avançados. Da mesma forma ocupamos uma cadeira na Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e essa talvez seja a primeira vez que um Pradense ocupe esta cadeira, além de representarmos o Brasil na ISO e tudo isso em um curto espaço de tempo”.

crédito: Jornal do Comércio

O coordenador projeta que em breve o Grafeno estará presente em objetos de nosso dia a dia.

Confira a entrevista completa, abaixo:

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Taís Vargas

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *