Faixa Atual

Título

Artista


Polícia prende suspeito de morte de mulher em incêndio em Flores da Cunha

Escrito por em julho 18, 2020

Companheiro da vítima teria colocado fogo na casa no bairro São José na manhã desta sexta-feira. Prisão ocorreu na tarde deste sábado

A Polícia Civil de Flores da Cunha prendeu na tarde deste sábado, dia 18, o companheiro de Maria José Wolff, 39 anos, que morreu carbonizada por volta das 5h30min desta sexta-feira, dia 17, na residência do casal no bairro São José. O homem, cujo identidade não pode ser divulgada, disse que vai se manifestar somente em juízo.

Conforme a delegada Aline Martinelli, na noite anterior ao crime os dois discutiram e após, o homem de 43 anos foi embora para casa de uma tia no interior do município. Horas depois ele retornou para a residência do casal, agrediu a mulher e colocou fogo na moradia. A perícia preliminar aponta que Maria Wolff tinha sinais de traumatismo craniano.

O suspeito foi ouvido ainda na manhã de sexta-feira na Delegacia de Polícia e disse que não tinha retornado para a casa, apresentando a tia como álibi. “O caso a princípio foi tratado como incêndio acidental, mas as câmeras próximo a moradia mostram que ele realmente havia saído de casa e mais tarde voltou e saiu logo depois de ter colocado fogo na residência. Desta forma trata-se de um feminicídio”, afirma Aline Martinelli.

Por volta das 17h deste sábado, o homem foi detido na casa da tia. Prestou depoimento e foi conduzido ao presídio do Apanhador, em Caxias do Sul, onde ficará a princípio por 30 dias (prisão temporária). Acompanhado de um advogado, disse que vai se manifestar somente em juízo.

Foto: Jeferson de Freitas/Grupo Solaris

Mulher apresentava sinais de traumatismo craniano, segundo perícia preliminar

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *