Faixa Atual

Título

Artista


Priscila Salamon assume a Secretaria Municipal de Habitação e Assistência Social de Antônio Prado

Escrito por em agosto 24, 2021

A secretária possui formação e ampla experiência na área social e desde 1º de agosto está à frente da pasta

Desde o dia 1º de agosto Priscila Salamon assumiu a Secretaria Municipal de Habitação e Assistência Social de Antônio Prado. A pradense tem 38 anos, é graduada em Serviço Social e pós graduanda em Psicologia Sistêmica pela Universidade de Caxias do Sul.

Salamon ingressou no Poder Público em 2004 no Centro Integrado de Saúde, atuando em atendimentos especializados em saúde mental.

Já atuou profissionalmente na Secretaria Municipal de Habitação e Assistência Social de Antônio Prado, no Ambulatório Central da Universidade de Caxias do Sul, Conselho Municipal da Assistência Social, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e Conselho Municipal de Habitação.

Em 2010, após realizar concurso, foi nomeada como servidora pública no município e desde então atua na política de Habitação e Assistência Social, na qual foi uma das idealizadoras na implantação do Centro de Referência de Assistência Social Dorvalino Afonso De Nalle, da Coordenadoria da Mulher, do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e do Conselho Municipal do Idoso. Também participou ativamente na implantação do Sistema Único de Assistência Social do município.

Para a secretária o grande desafio em responder pela pasta Social no Executivo é o de garantir o acesso aos direitos sociais em tempos de pandemia para o enfrentamento de seus impactos, imensuráveis nos sistemas de saúde, em setores sociais e econômicos, nos meios de sobrevivência, nas subjetividades e nas relações familiares, comunitárias e sociais.

Entre as ações que pretende realizar destaca sua atuação no enfrentamento às vulnerabilidades vivenciadas pelas famílias pradenses, trabalhar na autonomia do público atendido possibilitando melhores condições de vida através da oferta de cursos de capacitações, sempre levando em conta a legislação do Sistema Único de Assistência Social.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Taís Vargas


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *