Faixa Atual

Título

Artista


Parceria garante a castração gratuita de animais em Antônio Prado

Escrito por em agosto 11, 2020

Os animais podem ser castrados a partir dos 5 meses

Como todas as cidades, Antônio Prado também tem problemas com animais abandonados e soltos nas ruas, principalmente cães. Esse problema pode ser resolvido em breve, basta a conscientização da população. O projeto 0026 foi votado, aprovado e sancionado em 2016, pelo então prefeito Nilson Camatti.

Em setembro de 2019 foi assinado Termo de Parceria 002/2019 conforme decreto 879/2019, que autorizou repasses financeiros para a Associação Regional de Cuidados aos Animais de Noé (Arca de Noé). Esses recursos tratam do auxílio à castração de animais, sem custo, para as famílias com cadastro-único ou bolsa família.

Deste então a administração repassa recursos para a ONG, que são utilizados para castração, atendimentos, vacinas e compra de rações.

De setembro de 2019 a maio de 2020 foram feitas 117 castrações, 75 atendimentos e vacinas e comprados 815 kg de ração para anônimos que cuidam de animais abandonados.

Com a castração, a proliferação de animais abandonados pode diminuir consideravelmente, reduzindo assim o risco de transmissão de doenças.

Os animais podem ser castrados a partir dos 5 meses. Além de evitar ninhadas indesejadas e abandono de animais os principais benefícios da castração, são: 

– Para os machos: Diminuição da incidência de tumor de próstata; Diminuição da demarcação de território, com xixi, diminuição do risco de fugas, atropelamentos, brigas (pois eles não vão querer ir atrás de fêmeas no cio)

– Para as fêmeas: diminuição da chance do desenvolvimento de câncer de mama (99% das cadelas castradas antes do primeiro cio não desenvolvem a doença. Já em gatas, a castração reduz as chances de câncer de mama em até 60%); menos chances de infecção uterina; e elas não entrarão no cio, causando mais comodidade seus donos.

Para maiores informações, entre em contato pelo Instagram ou Facebook da Arca de Noé, ou ainda através da Secretaria da Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Industrial.

A entidade prioriza a castração de fêmeas.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *