Faixa Atual

Título

Artista


Paciente submetido a transfusão de plasma do hospital de Caxias do Sul sairá da UTI

Escrito por em junho 15, 2020

Idoso de 63 anos foi primeiro a receber este tipo de procedimento no tratamento contra o covid-19 e irá para o quarto na tarde desta segunda-feira

O idoso Tarcísio Giongo, 63 anos, deixará a UTI do Hospital Virvi Ramos, em Caxias do Sul, e irá para o quarto na tarde desta segunda-feira, dia 15. Ele foi o primeiro paciente a se submeter a inédita transfusão de plasma no Estado. Apesar de não ser, cientificamente, o motivo da cura dele, o procedimento reflete na melhora do quadro clínico do garibaldense diagnosticado com covid-19.

Giongo estava na UTI há um mês e meio no Hospital Virvi Ramos, único credenciado para este tipo de procedimento, na cidade. O idoso agora, é considerado recuperado do coronavírus. A transferência do paciente deverá contar com a presença do doador do plasma que foi compatível a ele, o pesquisador de Porto Alegre, Fábio Klamt, 44 anos, que já defendia o tratamento antes de contrair a doença e venceu a covid.

Juntos, eles protagonizam uma situação inédita no Rio Grande do Sul. O paciente conseguiu apresentar a melhora mesmo após longos períodos em coma induzido e respirando com ajuda de aparelhos.

O processo consiste em retirar a parte do sangue de um paciente recuperado de coronavírus com a intenção de que os anticorpos adquiridos sejam repassados para o doente em estado grave.

Depois de Giongo, outras duas pessoas passaram pela transfusão de plasma e são monitoradas na unidade hospitalar. Os pacientes são uma mulher de 33 anos de Caxias e idoso de 64 anos também morador da cidade. Eles seguem na UTI.

Hemocs

A orientação do Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs) é para que o interessado em participar da transfusão de plasma agende atendimento pelos telefones (54) 3290-4543 e (54) 3290-4580 ou pelo Whatsapp (54) 98418-8487. São recebidos homens, de no mínimo 18 e no máximo 60 anos, que tiveram a doença confirmada por meio do teste PCR e estão há mais de 28 dias recuperados.  

Foto: Andréia Copini/Ass.Imprensa Prefeit.

Processo consiste em retirar a parte do sangue de um paciente recuperado de coronavírus

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *