Faixa Atual

Título

Artista


“Ou eles me matam, ou eu mudo isso”, afirma Ciro Gomes em Caxias do Sul

Escrito por em junho 9, 2022

Pré-candidato à presidência pelo PDT, que esteve na Serra gaúcha nesta quinta-feira (9), disse também que o Brasil “é assaltado”

O pré-candidato a presidente da República, Ciro Gomes (PDT), cumpre agenda em Caxias do Sul nesta quinta-feira (9). O ex-ministro e ex-governador do Ceará, esteve na Serra gaúcha após participar, na quarta (8), em Porto Alegre, do evento de lançamento da campanha do pré-candidato a governador do Rio Grande do Sul, Vieira da Cunha (PDT).

Na primeira parte da agenda, o presidenciável visitou a fabricante de carrocerias de ônibus Marcopolo, concedeu entrevista coletiva à imprensa em um evento com correligionários que ocorreu no começo da tarde, na sede da 25ª Região Tradicionalista no bairro Sagrada Família e visitou a Câmara de Indústria Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul.

Na coletiva de imprensa concedida aos veículos de comunicação da região, o pré-candidato não poupou críticas aos seus dois principais oponentes nas eleições de outubro deste ano: o ex-presidente Lula (PT) – de quem já foi ministro – e o presidente Jair Bolsonaro (PL). Apesar disso, respondeu que, em um eventual segundo turno com sua presença, prefere enfrentar o candidato do PT, pois prevê a oportunidade de “pacificar a democracia” e escapar do “juízo odiento que o bolsonarismo e o lulismo radicais impõem um ao outro”.

“Nosso país é um país assaltado. Comigo – se eu tiver a honra um dia de servir esse país – acaba tudo. Ou eles me matam, ou eu mudo isso”, afirmou Ciro na coletiva. O presidenciável também afirmou que o país está incendiado por um ambiente de “desagregação odienta do nós contra eles”. Por fim, em um discurso incendiado aos apoiadores que participaram do encontro, o pedetista exaltou o histórico político e econômico do Rio Grande do Sul e pediu apoio para engrandecer sua campanha pelo país.

Os compromissos de Ciro Gomes na segunda maior cidade do Estado e segundo polo metalmecânico do Brasil também contemplam visita à fabricante de implementos Randon, visita à Reitoria da Universidade de Caxias do Sul (UCS) e, por fim, às 18h45min, uma conversa com estudantes no auditório do Bloco A da UCS. O pré-candidato permanece até sábado (11) no RS, onde ainda visita Pelotas e Novo Hamburgo.


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *