Faixa Atual

Título

Artista


O Guardião de Sementes Crioulas que reside na Capital Nacional da Agroecologia

Escrito por em junho 5, 2021

O Ipeense, Vilmar Menegat, possui cerca de 70 sementes crioulas catalogadas e participa ativamente de ações em prol do meio ambiente

Hoje, dia 05 de junho, é comemorado mundialmente o Dia do Meio Ambiente. A data foi instituída em 1972 pela Organização das Nações Unidas (ONU), e tem como objetivo principal chamar a atenção de toda a população para os problemas ambientais e a importância da preservação dos recursos naturais, que até então eram considerados, por muitos, inesgotáveis.

GUARDIÃO DE SEMENTES CRIOULAS

A Rádio Solaris realiza neste mês a campanha Meio Ambiente: Eu faço minha parte e você? com o apoio da Câmara de Vereadores de Antônio Prado, Elliotis do Brasil, Marmoraria Caminho das Pedras, Metalúrgica Sulprado, Alb Artefatos de Cimento e Ferro, Play tech, Agua Mineral Bamboo, Reciclagem Serrana, Nv Chapeação e Uberti Cartório Regional e entrevista hoje o produtor ecológico, Vilmar Menegat, conhecido como Guardião de Sementes. Menegat mora na capela Santo Antônio, na Vila Segredo, em Ipê, conhecida como a Capital Nacional da Agroecologia. Atua na plantação e mantém a tradição das sementes crioulas há mais de 30 anos em sua propriedade.

O produtor salienta que essa catalogação ocorre desde os tempos de seu avô e seus pais que sempre tinham as sementes como prioridade para manter a alimentação familiar. “A semente é um marco fundamental por resgatar um pouco da história e a cultura de um povo e hoje eu a tenho como um princípio em que para fazer a Agricultura Ecológica é preciso se ter a semente orgânica,” comenta.    

O produtor atualmente possui cerca de 70 variedades de sementes e grãos de milho, feijão pipoca, lentilha, linhaça, trigo, fava, trigo sarraceno, entre outras.

No momento devido a pandemia a visitação ao seu acervo está limitado, mas segue com agendamento prévio e seguindo todas as medidas preventivas a Covid-19. O agricultor cita que já recebeu mais de seis mil visitantes de outros municípios, estados e até mesmo de outros países entre os anos de 1995 até hoje.

FEIRA ECOLÓGICA

Os frutos provenientes das sementes crioulas podem ser encontrados também na feira ecológica de Porto Alegre, que ocorre todos os sábados, no Parque da Redenção em que segundo ele não se vende apenas o seu produto, mas se adquire muito conhecimento entre os expositores e os consumidores que por ali passam.

Ele também comenta sobre uma grande conquista em toda a história da feira em que sempre houve o uso de sacolas plásticas e há um ano iniciou-se uma campanha para diminuição de seu uso o que alguns gostaram, outros nem tanto, mas a iniciativa pegou e hoje a feira está 100% sem o uso de plástico para embalar as mercadorias que agora são colocadas em sacolas de pano, caixas, entre outros materiais. Segundo Vilmar são 30 mil sacolas a menos na natureza.

E ainda cita que futuramente pretende implementar a ideia em Ipê.  “Estou ciente que é um processo demorado, mas é possível e acho que o exemplo que temos da feira é válido. No início não foi fácil, mas hoje é uma realidade,” finaliza.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Taís Vargas


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *