Faixa Atual

Título

Artista


O Grande Ditador: Filme de Chaplin completa 80 anos e segue atemporal

Escrito por em outubro 16, 2020

O clássico de 1940 critica o nazismo de forma bem-humorada e diz muito sobre os retrocessos no mundo de hoje.

Quem não se lembra da cena em que Charles Chaplin, vestido como Adolf Hitler, dança com um globo terrestre inflável? O emblemático momento está em O Grande Ditador, longa-metragem que o comediante inglês lançou em 15 de outubro de 1940. Há exatos 80 anos, enquanto a Segunda Guerra se alastrava pela Europa, Chaplin conseguiu arrancar risadas com sua sátira do líder nazista e sua crítica aos regimes totalitários. Não à toa, a trama permanece tão atual quanto polêmica.

O mundo enfrenta, hoje, uma virada conservadora, com o crescimento de partidos de extrema-direita e a ascensão de figuras autoritárias. É exatamente contra isso que se posiciona O Grande Ditador. A primeira obra falada de Chaplin usa do humor para condenar o nazismo e sua política megalomaníaca. Em uma época marcada por conflitos armados e pela opressão de minorias raciais, o eterno Carlitos defende a paz, a democracia e a liberdade de expressão. Não há nada mais importante, para ele, do que o direito à vida.

O Grande Ditador recebeu cinco indicações ao Oscar, entre elas as de melhor filme e melhor ator. Mas também enfrentou censura em países como Alemanha e Brasil. Hitler baniu a comédia satírica de todos os territórios ocupados pelo Terceiro Reich. Já o então presidente Getúlio Vargas proibiu sua veiculação em solo brasileiro. Felizmente, a performance de Chaplin resistiu ao tempo e às tentativas de cancelamento, até se tornar um clássico do cinema.

Foto: Internet

Fonte: Adoro Cinema


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *