Faixa Atual

Título

Artista


“Não é a máquina que vai dizer o que o paciente tem” diz neurologista ao defender atendimento pessoal

Escrito por em setembro 3, 2020

Alexandre Visentin esteve em contato com a Rádio Solaris 97.3

O neurologista Alexandre Visentin esteve em contato com a Rádio Solaris nesta quinta-feira (3) trazendo informações sobre a importância do cuidado com a saúde física e emocional relacionada aos problemas neurológicos.

Alexandre defende o trabalho do médico de forma pessoal no atendimento ao paciente. “Não é a máquina que vai dizer o que o paciente tem”, enfatiza o médico.

A neurologia, conforme Alexandre, envolve uma união de aspectos emocionais e físicos. O profissional explica que a formação cerebral se dá até o terceiro mês de gestação e o “cuidado materno já é neurologia”, destacando a importância da mãe seguir todas as recomendações durante a gestação. Após o nascimento, os comportamentos dos pais e da família em casa passam a ser o ensinamento passado à criança, “o ambiente familiar faz parte da neurologia”.

“Ninguém tem um Acidente Vascular Cerebral (AVC) por nada!”, é com essa afirmação que Alexandre fala que os hábitos alimentares e de vida estão diretamente relacionados à nossa saúde. Por exemplo, diz o profissional, “perdoa-se muito pouco, guarda-se muita mágoa”.

Sintomas como dor de cabeça, insônia, gastrite, entre outros, são em sua maioria reflexos emocionais. Conforme Alexandre, em seu consultório, a cada 100 pessoas atendidas, 40 sofrem com enxaqueca, outras 40 tem dores tencionais e 20 outros tipos de dores. “A parte comportamental pode ser uma causa”, finaliza ele.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *