Faixa Atual

Título

Artista


Motoristas profissionais das categorias C, D e E já podem fazer reciclagem preventiva

Escrito por em julho 11, 2019

O curso pode ser realizado quando o condutor completar entre 14 e 19 pontos na CNH.

A partir desta quinta-feira (11), motoristas profissionais habilitados nas categorias C, D e E (caminhão, ônibus e veículo articulado) já podem optar pela reciclagem preventiva para não terem sua atividade profissional prejudicada. O curso pode ser realizado assim que o condutor completar entre 14 e 19 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), evitando a suspensão do direito de dirigir que ocorre quando o condutor atinge os 20 pontos.

Com a conclusão do curso de reciclagem preventiva, a pontuação por infrações de trânsito é retirada do prontuário do condutor. Apenas se somar outros 20 pontos nos doze meses seguintes ele terá a CNH suspensa.

A reciclagem preventiva não se aplica às infrações mais graves, como embriaguez ao volante, excesso de velocidade acima de 50%, prática de racha e outras que já preveem processo de suspensão do direito de dirigir. 

O curso preventivo de reciclagem está previsto no artigo 261 do Código de Trânsito Brasileiro. A atividade busca, além de atualizar os conhecimentos do motorista, provocar reflexões para mudar comportamentos inadequados. Entre os temas abordados estão legislação de trânsito, direção defensiva, noções de primeiros socorros no trânsito e relacionamento interpessoal.

O motorista interessado em fazer a reciclagem preventiva deve procurar o Centro de Formação de Condutores de sua preferência e se matricular no curso preventivo de reciclagem, de 30 horas/aula, que pode ser realizado presencialmente no CFC, ou pela internet, na modalidade a distância (EAD), através dos portais das empresas cadastradas junto ao Detran. O serviço deverá ser concluído no prazo máximo de 40 dias. 

Para concluir, o condutor deve agendar o exame teórico no CFC e fazer a prova preventiva de reciclagem, aplicada pelo Detran exclusivamente na modalidade eletrônica.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *