Faixa Atual

Título

Artista


Morre cantor Juliano César

Escrito por em dezembro 31, 2019

O mundo sertanejo da música no Brasil encerra 2019 de luto.

Foi confirmado na madrugada deste dia 31 de dezembro a morte do sertanejo Juliano César, 59 anos. O cantor fazia uma apresentação na cidade de Uniflor, interior do Paraná quando sofreu uma parada cardiorrespiratória, ele chegou a ser socorrido. Foram feitas várias tentativas de reanimação, porém sem sucesso.

Juliano Cezar era natural de Passos, Minas Gerais, e ficou conhecido no Brasil inteiro nos anos 1980 e 1990 quando emplacou sucessos como Cowboy Vagabundo, Bem aos Olhos da Lua e Risca Faca.
De acordo com a assessoria do músico, o velório e o enterro devem ocorrer em Passos-MG.

SOBRE O CANTOR

Juliano Cezar (Passos, 29 de abril de 1960) é um cantor, compositor e apresentador brasileiro.[1]

Iniciou sua carreira em 1985, depois de ter sido peão de rodeios e fazendeiro. Do interior de Minas, Juliano gastou seu pé-de-meia em seu primeiro disco, independente, onde apresentava sua interpretação em regravações de sucessos de Chitãozinho e Xororó e Milionário e José Rico, entre outros. No final da década de 80 mudou-se para São Paulo e, em 1990 lançou seu primeiro disco por uma gravadora, dessa vez com composições suas, além do sucesso “Não aprendi dizer adeus” de Joel Marques, posteriormente regravado por Leandro e Leonardo. Por esse disco, Juliano ganhou o Prêmio Sharp de cantor revelação. Depois de cinco anos sem gravar e de uma viagem a Nashville, Meca do country, onde manteve contato com os papas do gênero, Juliano lançou, em 1997, seu primeiro disco pela Paradoxx, já totalmente dedicado à música country.

Vídeo de Eliandro Silva mostra a hora que o cantor passa mal e vem a falecer.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *