Faixa Atual

Título

Artista


Ministério do Trabalho aponta que 436 funcionários de frigorífico de Caxias do Sul foram infectados por coronavírus

Escrito por em junho 20, 2020

Números ainda não estão computados pela SMS no boletim divulgado no começo da noite deste sábado

A testagem em massa realizada no frigorífico da JBS no bairro Ana Rech, em Caxias do Sul, apontou que 436, dos 1,5 mil funcionários tiveram contato com o coronavírus. O balanço foi divulgado nesta sexta-feira, dia 19, pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), mas ainda não constam no boletim epidemiológico divulgado até às 19h deste sábado, dia 20, pela Secretaria Municipal da Saúde.

Segundo a SMS, o município tem 637 casos positivos, sendo 339 recuperados, 257 em isolamento domiciliar, 16 em enfermaria, 15 em UTI e 10 óbitos, 30 aguardando resultado e 8.888 negativos (com 2 mil testes realizados pela UFPel) para Covid-19. Dos 637 casos confirmados, 299 são homens, entre 3 e 94 anos, e 338 mulheres, entre 1 e 97 anos. Neste sábado, foram confirmados 11 homens entre 14 e 91 anos e 18 mulheres entre 22 e 68 anos. Desses, oito são empregados da JBS, totalizando 99 funcionários do frigorífico contaminados (informados ao Município) e três são profissionais da saúde. No total, 119 são profissionais de saúde e 5 profissionais da segurança

Os exames nos funcionários da JBS começaram a ser aplicados no último dia 10, após a empresa conseguir na Justiça a cassação da liminar que havia determinado a interdição da unidade. Todos os funcionários realizaram testes rápidos e 80 passaram também pelo chamado teste RT-PCR, que consiste na coleta de material da garganta do paciente e passa por análise laboratorial. As atividades do frigorífico de Ana Rech haviam sido suspensas por 14 dias no início do mês de junho, mas por meio de uma liminar judicial, as atividades por serem essenciais à vida (alimentação) foram liberadas.

A explicação do secretário da Saúde de Caxias do Sul, Jorge Olavo Hahn Castro, é que o município não contabiliza os resultados dos testes rápidos nesses casos. Apesar disso, ele afirma que ainda há casos referentes ao frigorífico que não entraram na contagem, por isso, o número pode aumentar.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *