Faixa Atual

Título

Artista


Micropigmentação Capilar: Uma alternativa à calvície

Escrito por em novembro 6, 2019

No país, são cerca de 42 milhões de pessoas com a característica.

A calvície atinge aproximadamente 50% dos homens e 40% das mulheres acima dos 50 anos. No Brasil, conforme dados da Sociedade Brasileira do Cabelo, 42 milhões de pessoas apresentam algum nível de calvície, mas comum em homens, devido ao hormônio testosterona, que age no afinamento dos fios.

Apesar de não causar problemas de saúde, a calvície pode afetar a autoestima.

Os medicamentos, por exemplo agem com foco na diminuição da queda de cabelo e no estímulo ao seu crescimento, devendo ser aplicado sobre a área calva, entretanto ao parar de tomar, o paciente volta ao estágio inicial e o processo de queda continua.

A micropigmentadora capilar Renata Swierginski, pioneira da técnica em Porto Alegre, explica como é feito o procedimento. A profissional concedeu entrevista à Rádio Solaris.

“A micropigmentação capilar é realizada, geralmente, em três sessão com intervalo de 30 dias entre elas. É importante observar esse intervalo para avaliar o trabalho desenvolvido, buscando adequação aos mais variados tipos de pele. A divisão do procedimento também visa o atendimento personalizado, observando as expectativas de resultado de cada um. Normalmente quem realiza esse procedimento quer um efeito mais natural possível, o qual leva até três sessões para ser obtido”, explica.

Fonte: Grupo Solaris


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *