Faixa Atual

Título

Artista


Médico veterinário esclarece informações sobre mortes de bugios em Ipê e região

Escrito por em fevereiro 18, 2021

Óbitos geram alerta em relação à febre amarela

Nesta quinta-feira (18), o médico veterinário Eduardo Killing, da 5ª Coordenadoria Regional da Saúde, concedeu entrevista à Rádio Solaris 97.3 após a confirmação de dois bugios no município de Ipê no último sábado (13). Nos municípios de Vacaria, Pinhal da Serra e Monte Alegre dos campos também foram encontrados bugios mortos no mês de janeiro. No município de Pinhal da Serra o animal encontrado testou positivo para a Febre Amarela, os demais aguardam resultado da análise.

De acordo com Eduardo, desde 2009, quando 11 municípios da região foram afetados com mortes de bugios pela Febre Amarela, a Serra Gaúcha não tem nenhum surto de casos. Conforme o profissional, é importante esclarecer que o bugio é uma vítima, sendo contaminado pelo mosquito. Porém, não há possibilidade que o animal transmita para humanos. Eles servem como “sentinela”, avisando que o mosquito que transmite o vírus, existe no local.

Nos animais, os sintomas aparecem de três a seis dias após a picada do mosquito, gerando febre e afetando órgãos importantes, onde a grande maioria acaba morrendo.

As secretarias de Saúde da região alertam para que proprietários de terras no interior fiquem atentos à mortalidade de bugios. Todas as mortes devem ser notificadas e investigadas.

Com a morte de bugios, a biodiversidade também é afetada, afinal os animais são responsáveis, entre outras coisas, pelo transporte de sementes.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *