Faixa Atual

Título

Artista


Médico esclarece boatos sobre coronavirus em Antônio Prado

Escrito por em abril 4, 2020

Wagner Homero, diretor clínico do Hospital São José esteve em contato com a Rádio Solaris.

Nos últimos dias, cresceram os boatos sobre um caso de coronavirus em Antônio Prado. Tudo não passa de boato.

O médico Wagner Homero, diretor clínico do Hospital São José de Antônio Prado atendeu a um casal, moradores de Caxias do Sul, que estiveram em viagem a Camcum e passaram pela cidade, onde começaram a ter sintomas.

O casal, de 33 e 37 anos, foi submetido a uma tomografia que identificou diferença nos padrões respiratórios.

O exame para coronavirus não foi realizado em Antônio Prado, e sim em Caxias do Sul. O resultado deu positivo para o homem e negativo para a mulher, porém, como os dois tem relação próxima, ambos ficaram em isolamento.

Conforme Wagner, que segue acompanhando o quadro clínico do casal, o homem registrou melhora nos sintomas de cansaço e febre, devendo sair do isolamento na próxima semana, assim como a mulher, que estava com tosse seca.

O médico reforça que todos os profissionais do Hospital que participaram do atendimento ao casal estão sendo monitorados e nenhum apresentou sintomas até o momento. Durante o atendimento, foram utilizados todos os equipamentos de proteção individual, como determinado pelo Ministério da Saúde.

Conforme informações, a Secretaria Municipal de Saúde de Antônio Prado está monitorando cinco pessoas que tiveram contato com o casal. Eles estão em isolamento e seus quadros clínicos são acompanhados pelos profissionais de saúde.

De acordo com pesquisas, 86% das pessoas que terão coronavirus serão assintomaticas (não terão sintomas) ou apenas sintomas leves. Wagner Homero destaca que, justamente pelo fato de muitos não registrarem sintomas, é importante ter o isolamento domiciliar.

Caso a pessoa apresenta algum sintoma, é importante procurar primeiramente o Hospital de Campanha, localizado junto ao centro de convivência, à frente do Estádio Municipal de Antônio Prado. É aconselhado procurar o Hospital em sintomas mais graves, como febre alta e falta de ar.

No Hospital, há uma ala específica para atendimento de casos com suspeição e sintomas de coronavirus. A instituição de saúde já tem cerca de 10 leitos reservados para caso exista necessidade de internações.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *