Faixa Atual

Título

Artista


Mapa da nona semana do Distanciamento Controlado fica com seis regiões em vermelho

Escrito por em julho 7, 2020

Foram aceitas reconsiderações das regiões de Passo Fundo, Caxias do Sul, Erechim e Taquara, que ficarão em bandeira laranja

A análise dos 37 recursos apresentados por municípios e associações preliminarmente classificados com bandeira vermelha levou à decisão de passar para laranja as regiões de Passo Fundo, Caxias do Sul, Erechim e Taquara na 9ª rodada do Distanciamento Controlado. As regiões de Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo, Capão da Canoa, Palmeira das Missões e Pelotas estão na bandeira vermelha.

O mapa definitivo, com seis regiões classificadas em vermelho (risco alto) – Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo, Capão da Canoa, Palmeira das Missões e Pelotas – e as outras 14 em laranja (risco médio), foi divulgado pelo governador Eduardo Leite após reunião do Gabinete de Crise na segunda-feira (06).

A vigência das novas bandeiras começou à 0h desta terça-feira (07) e se encerra às 23h59 da próxima segunda-feira (13). O mapa e os protocolos de referência podem ser consultados em https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br.

Segundo Leite, a decisão de reconsiderar as quatro bandeiras levou em conta, principalmente, o aumento na capacidade hospitalar na comparação com o índice de contágio da população. Explicou que existe certa dose de “subjetividade” e de confiança nessas regiões, sem deixar o alerta aceso para os próximos dias. “Nós queremos estabelecer a melhor conciliação, preservando vidas, reduzindo taxa de contágio e mantendo os casos dentro da capacidade de atendimento, punindo o menos possível a economia, a renda e os empregos dos gaúchos”, destacou Leite em transmissão ao vivo pelas redes sociais.

Com a atualização, 52,9% da população gaúcha (5,9 milhões de habitantes) está sob restrições mais rígidas impostas pela bandeira vermelha. Dos 155 municípios classificados com nível alto, 87 podem adotar protocolos previstos na bandeira laranja por meio de regulamento próprio, por não terem registro de hospitalização e óbito por Covid-19 de morador nos 14 dias anteriores ao levantamento. A condição é que mantenham os registros oficiais atualizados.

Serra Gaúcha teve recurso aceito pelo Governo

Caxias do Sul: a região aumentou a disponibilidade de leitos (de 76 para 83) e, embora tenha observado aumento de internações (de 40 pessoas com Covid para 59), o que é preocupante, a grande oferta do sistema hospitalar levou à reconsideração e manter a Serra em bandeira laranja. Além disso, e inclusive tendo observado redução no número de óbitos com relação à semana anterior (havia sido 16 e passou para 12 óbitos). O alerta está mantido para que a região não tenha aumento de contágio além da oferta de leitos.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Continue lendo