Faixa Atual

Título

Artista


Mais personalidades caxienses serão homenageadas no Ecoparque, neste sábado

Escrito por em julho 29, 2022

O gaiteiro e músico Honeyde Bertussi também será homenageado

Mais 10 personalidades caxienses com atuação de destaque para a história, o desenvolvimento e a divulgação do município serão homenageadas neste sábado (30), a partir das 10h, com o plantio de árvores dedicadas a seus nomes no Ecoparque. Fazendo referência ao recente aniversário da cidade, ao todo serão homenageadas 132 pessoas de diversos segmentos. Desta vez, o gaiteiro e músico Honeyde Bertussi também receberá uma homenagem.

O ato no Ecoparque é informal e aberto a toda comunidade. No total, serão plantadas 30 mudas de ipê-amarelo, 30 mudas de ipê-roxo, 20 mudas de tarumã, 32 mudas de cerejeira e 20 mudas de ingá – todas espécies nativas do Brasil.

Confira a lista dos homenageados:

· Fábio Panone Lopes – Arquiteto, artista de grafitti e ilustrador, em 20 anos de carreira já criou e assinou murais em países como Estados Unidos, Alemanha, França, Reino Unido, Grécia, Portugal, Bélgica, Holanda, Itália, Chile, Colômbia, China e Tailândia, além de em diversas cidades do Brasil. Conhecido também pelo acrônimo FLOP, tem ainda trabalhos realizados para diversas marcas de sucesso no mercado – destaque na área CULTURAL e ARTÍSTICA

· Fran Duarte – Musicista, cantora, preparadora vocal, artista que completa 30 anos de carreira em 2022, levou o nome de Caxias do Sul para palcos de todo o país durante os 12 anos de carreira da Lucille Band e acrescentou exposição internacional com a participação em todas as edições do Mississipi Delta Blues Festival, o maior festival de blues da América Latina. Também se apresentou em cidades da Europa e dos Estados Unidos, desenvolveu e produziu os próprios espetáculos e consolidou-se como referência na defesa e divulgação da expressão feminina na música, especialmente no blues – destaque na área CULTURAL e ARTÍSTICA

· Francisco Stédile – além de fundador das empresas Fras-Le e Agrale, foi também o presidente responsável por conduzir a obra de ritmo acelerado que permitiu à Sociedade Esportiva e Recreativa Caxias participar do Campeonato Brasileiro de Futebol de 1976. Em apenas sete meses, foi erguido o estádio conhecido popularmente como Centenário. Mas que desde 1996 tem como nome oficial Francisco Stédile. Falecido em 2006 – destaque EMPRESARIAL e ESPORTIVO

· Frei Jaime Bettega – frade franciscano Capuchinho, professor, escritor e doutor em administração. Filósofo, Teólogo e Administrador, é fundador da Fundação Mão Amiga de assistência social – destaque na área RELIGIOSA e ESPIRITUAL

· Frei Rovílio Costa – frade Capuchinho, escritor, editor, historiador, jornalista e ensaísta, atuante na preservação da história e das tradições gaúchas e da imigração italiana, como o dialeto vêneto. Publicou farto volume de obras sobre a imigração europeia no Estado, em particular, sobre as origens e a povoação de Caxias do Sul. Em paralelo, desenvolveu trabalho pastoral com a população penitenciária. Falecido em 2009 – destaque na área RELIGIOSA e ESPIRITUAL

· Geci Prates – liderança sindical e feminina, dirigente política, foi candidata a vice-governadora do Estado em 1982. Falecida em 2011 – destaque na área COMUNITÁRIA e SOCIAL

· Geni Peteffi – vereadora por seis mandatos consecutivos, durante 24 anos, em diversas ocasiões, durante o ano de 2012, chegou a assumir o cargo de prefeita em exercício. Liderança comunitária e partidária, desde 2013 dá nome à Sala das Comissões da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul. Falecida em 2013 – destaque na área de REPRESENTATIVIDADE INSTITUCIONAL

· Honeyde Bertussi – musicista, compositor, cantor e acordeonista, formou ao lado do irmão Adelar o conjunto Irmãos Bertussi, pelo qual eternizaram e deram alcance nacional a sucessos como Cavalo Preto e Oh, De Casa. Desde 1998 dá nome à medalha que reconhece personalidades de inestimável contribuição à preservação da cultura gaúcha no município. Falecido em 1996 – destaque na área CULTURAL e ARTÍSTICA

· Hygino Caetano Corsetti – ministro das Comunicações em 1972, quando se definiu que o desfile de abertura daquela edição da Festa Nacional da Uva seria o primeiro evento transmitido em cores, pela televisão, para todo o país. O fato completa 50 anos em 2022. Natural de Caxias do Sul, desde 2006 o Coronel Hygino Corsetti dá nome à Escola de Comunicações do Exército Brasileiro, no Rio de Janeiro. Falecido em 2004 – destaque na área HISTÓRICA

· Iara Soares – comunicadora, uma das pioneiras no comando feminino de programas de rádio e televisão, com três décadas de carreira em Caxias do Sul, à frente de atrações de música, variedades e entrevista, além da apresentação de noticiários. Além de locutora e artista de comerciais, notabilizou-se pela habilidade em extrair revelações impactantes dos convidados em entrevistas ao vivo – destaque na área de COMUNICAÇÃO


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *