Faixa Atual

Título

Artista


Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares completa 60 anos em Antônio Prado

Escrito por em março 24, 2022

Presidente do Sindicato, Luiz Ceron esteve presente no programa Super Tarde da Rádio Solaris

Nesta sexta-feira (25), o Sindicato dos Trabalhadores de Antônio Prado completa 60 anos de atuação no município.

O Sindicato Pradense surgiu em 25 de março de 1962, tendo como local o Cine Rex, situado no centro da cidade, em que reuniram-se agricultores para fundar dois Sindicatos. O primeiro, tratava-se do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Antônio Prado (sem terra), com sessenta e quatro inscritos. O segundo, com o nome de Sindicato dos Pequenos Proprietários Rurais (com terra), que contou com cento e vinte dois sócios inscritos.

Já em 02 de março de 1963, a Lei 4.214 determinou que os assalariados e os pequenos proprietários rurais pertencem a uma mesma categoria. Em 09 de outubro de 1965, por força legal, os dois Sindicatos estabelecidos em Antônio Prado fundiram-se criando por definitivo o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Antônio Prado.

A entidade foi reconhecida posteriormente pelo Governo Federal da época, recebendo a Carta Sindical em 30 e novembro de 1965.

Durante todos estes anos, inúmeras batalhas foram travadas, reivindicações requisitadas e grandes conquistas foram alcançadas, como:

  • Primeira aposentadoria de meio salário mínimo somente para o trabalhador rural;
  • Pensão por viuvez e o amparo previdenciário aos setenta anos de idade para as mulheres; – o direito ao acidente de trabalho para os agricultores maiores de idade;
  • Auxílio doença, auxílio funeral (hoje instinto), aposentadoria por invalidez, assim como o preço mínimo da uva.

As reivindicações da categoria, motivo principal da entidade, foram levadas às autoridades através de documentos, reuniões, assembleias, manifestações nas ruas do estado e do país, delegações atuantes em Brasília para demonstrar o descontentamento de seus membros.

Tantas lutas valeram pela conquista em 1988 da igualdade de direitos da mulher e do homem do campo e da garantia do direito de aposentadoria aos cinquenta e cinco e sessenta anos, respectivamente, do salário maternidade, da pensão, do pecúlio e do auxílio reclusão.

O Sindicato lutou, e ainda luta, permanentemente para manter o trabalhador rural no regime geral de Previdência Social, que tem sido um forte elemento de manutenção e sobrevivência das famílias no meio rural.

Como parte das homenagens a entidade, o Legislativo Pradense aprovou em sessão ordinária desta semana uma sessão solene de homenagem ao aniversário do Sindicato com data ainda a ser definida.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Antônio Prado, Luiz Ceron agradeceu a todos que participaram em todos esses anos. “Agradeço a todos que mandaram felicitações e aos pioneiros que trabalharam nessa luta juntamente com os associados que colaboraram e estão junto até hoje.”


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *