Faixa Atual

Título

Artista


Justiça Eleitoral de Antônio Prado começa aferição das urnas nesta terça-feira (03)

Escrito por em outubro 27, 2020

Na terça-feira (10) todas as urnas passarão por uma inspeção e conferência

A 6ª Zona Eleitoral, que compreende os municípios de Antônio Prado, Ipê e Nova Roma do Sul começa nesta quarta-feira (28) a preparação das urnas para as eleições de novembro.
Nesse dia será feita a geração de mídia para as urnas destinadas a Nova Roma do Sul e a carga dessas será na terça-feira (03)
A carga das urnas de Ipê será feita na quarta-feira (04) e na quinta-feira (05) o processo acontece com as urnas de Antônio Prado.
Na terça-feira (10) todas as urnas da 6ª Zona Eleitoral passarão por uma inspeção e conferência. Tudo isso na sede do Cartório Eleitora, na rua Waldemar Mansueto Grazziotin, centro da cidade, entre as 13h e as 19h, horário de funcionamento do cartório.

Entenda a segurança das urnas eletrônicas segundo a Justiça Eleitoral

  • No dia da eleição, tudo começa quando a urna, lacrada, é ligada pelo mesário, e ele imprime a zerésima: comprovante de que não há votos computados no equipamento.
  • Diferente das outras eleições, quando o programa abria às 08h para votação, este ano será permitido a abertura às 07h, conforme cronograma estabelecido devido a pandemia. A partir daí, o eleitor se apresenta com título ou documento oficial com foto.
  • O período de votação só termina a partir das 17h. O programa não permite o encerramento antes ou depois desse horário.
  • A partir daí, o mesário fecha a votação e imprime cinco vias do boletim de urna, com o número de votos registrados para cada candidato. Um deles é colado na porta da seção eleitoral.
  • Tudo fica gravado em três dispositivos de memória acoplados à urna: um pendrive (chamado de memória de resultado) e dois flash cards (semelhantes aos cartões das câmeras digitais).
  • Essa etapa impede que o sigilo seja quebrado (fica impossível saber quem votou em quem) e que os dados sejam lidos em computador comum, por exemplo. Se houver qualquer tentativa de alteração, o sistema trava.
  • De lá, os dados criptografados são enviados à central de contagem do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), via rede virtual privativa e protegida da Justiça Eleitoral.

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *