Faixa Atual

Título

Artista


João de Deus é condenado a 19 anos e 4 meses em regime fechado

Escrito por em dezembro 20, 2019

Segundo o Ministério Público, os crimes ocorreram desde a década de 1990.

O líder espírita João de Deus foi condenado a 19 anos e 4 meses de prisão, em regime fechado, por crimes sexuais contra suas seguidoras. A sentença foi divulgada nesta quinta-feira (19), pela juíza Rosânela Rodrigues, em Abadiânia, interior de Goiás.

A condenação envolve duas mulheres vítimas de violência sexual mediante fraude e outras duas mulheres vítimas de estupro de vulnerável. As mulheres recebiam atendimento espiritual na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia. A ação foi protocolada em dezembro de 2018. A sentença está em segredo de Justiça.

Além da ação julgada nesta quinta, João de Deus foi denunciado em outras 10 ações por crimes sexuais. No total, o Ministério Público de Goiás apura crimes relacionados a 57 vítimas. Ainda constam, nas ações, depoimentos de outras 87 mulheres que teriam sido violentadas em que os casos já prescreveram, ou seja, perderam a validade.

O médium já havia sido condenado este ano por posse ilegal de armas. Outra denúncia, de porte ilegal, ainda espera julgamento. Ele está preso desde dezembro de 2018, no Complexo Penal de Aparecida de Goiânia.

Em nota, a defesa do médium informa que ainda não foi formalmente intimada, mas adianta que vai recorrer da decisão. Os advogados afirmam que vão continuar a pleitear a prisão domiciliar, devido ao estado precário de saúde de João de Deus.

Fonte: Agência Brasil – Gésio Passos.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *