Faixa Atual

Título

Artista


Irregularidades na pista causam tombamento de caminhão na ERS-122 em Flores da Cunha

Escrito por em setembro 18, 2020

Ocorrência foi registrada no km 88, no bairro São Gotardo

Um caminhão Ford Cargo emplacado em Flores da Cunha tombou às margens da ERS-122, km 88, em São Gotardo. As ondulações e irregularidades na pista ocasionaram o acidente registrado por volta das 7h45min desta sexta-feira (18), no trecho da rodovia entre Flores e Caxias do Sul. 

De acordo com o motorista, um homem de 25 anos, uma ondulação na estrada fez com que a carga que estava no container transportado pelo caminhão, pendesse à direta, o que ocasionou o acidente. Ele contou também que estava dentro da velocidade permitida no trecho e as condições do caminhão eram boas. O condutor conseguiu sair do veículo sem ferimentos.

O diretor da Transportes Muraro Fábio Muraro, 44 anos, proprietário do caminhão, relatou à reportagem da Solaris FM sua indignação pelas más condições de conservação da estrada que é pedagiada pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR). “Não é a primeira vez que acontecem acidentes nesse trecho, justamente pelos buracos e irregularidades na pista”, disse Muraro.

O empresário florense afirmou que vai aguardar ser cobrado pela EGR em relação aos estragos causados pelo caminhão no guardrail (guarda corpo que fica às margens da estrada). “Podem me cobrar, mas vou acionar a EGR judicialmente para pagar os estragos no caminhão, porque é inadmissível uma estrada pedagiada estar nessas condições”, contou Fábio.  

Muraro disse ainda: “Vamos cobrar as autoridades, prefeito e vereadores, para que tomem a iniciativa de cobrar novamente a EGR. Pagamos nossos impostos, pagamos IPVA, pagamos e pedágio e a rodovia fica desta forma”, disse.

CONTRAPONTO DA EMPRESA GAÚCHA DE RODOVIAS

Após a publicação da matéria com as reclamações de Fábio Muraro, a EGR procurou reportagem da Rádio Solaris para apresentar um comunicado oficial sobre ao ocorrido e às reclamações:

“Com relação ao acidente ocorrido na manhã desta sexta-feira (18/9) no Km 88 da ERS-122, em Flores da Cunha, a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) esclarece:
O trecho em questão apresenta pavimento isento de defeitos e desníveis entre a pista e o acostamento. Dessa forma, não possui deformidades que pudessem ocasionar o tombamento do caminhão.
O acidente ocorreu num segmento de curva acentuada, onde a velocidade máxima permitida é de 60 km/h. A EGR alerta que o limite seja respeitado no trecho, uma vez que o tráfego em velocidade superior pode acarretar tombamento, principalmente, de veículos de cargas”.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *