Faixa Atual

Título

Artista


“Instabilidade política é um desastre para a economia”, diz presidente da CIC Antônio Prado sobre mudanças nos decretos

Escrito por em abril 2, 2020

Marcelo Piazza concedeu entrevista à Rádio Solaris 97.3

O Presidente da Câmara de Indústria, Comércio, Serviços, Agropecuária e Turismo de Antônio Prado, Marcelo Piazza, traçou o cenário vivido pelas empresas da serra gaúcha com os desdobramentos em relação ao coronavírus.

De acordo com Marcelo, que é também vice-presidente da CicSerra, fala que a indústria está trabalhando com cerca de 5% de sua capacidade. A partir de segunda-feira (06), cerca de 40 a 50% das atividades devem retornar.

Existe uma grande preocupação em relação aos empregos. Conforme o presidente da CIC, demissões serão inevitáveis.

Marcelo comenta que a instabilidade política, com uma série de alterações nos decretos a nível estadual que são seguidos pelos municípios.

As entidades representativas, Federasul e Famurs mantém contato com o Governo do Estado, repassando as demandas dos municípios.

PERDAS NA ECONOMIA

Conforme Marcelo Piazza, ainda é difícil projetar em dados as perdas econômicas, porém sabe-se que “vão ser gigantescas”, pois existe uma grande cadeia produtiva que está sendo afetada.

RESTRIÇÕES NAS EMPRESAS

As medidas contidas nos decretos fizeram com que empresas também tenham que se adaptar. Trabalhadores acima de 60 anos não podem exercer suas funções, assim como os demais que compõem o grupo de risco – pessoas com diabete, hipertensas, etc.

Foram adotadas também medidas de higienização e distanciamento entre os funcionários.

A capacidade de mão de obra reduziu em até 20%, comenta Marcelo.

Sindicatos tem reiterado sua posição para que os trabalhadores possam não exercer suas atividades nesse momento. Sobre isso, o posicionamento das entidades representativas das empresas tem buscado prezar pela flexibilidade, buscando criar acordos.

CAMPANHA DE AUXÍLIO AO HOSPITAL SÃO JOSÉ

A CIC Antônio Prado e Acisa de Ipê uniram esforços nas últimas semanas para buscar recursos ao Hospital São José. Mais de duzentas doações foram realizadas, entre pessoas físicas e jurídicas. A meta é atingir o valor de R$ 600 mil reais, sendo que já foram arrecadados, até a quarta-feira (01), R$ 530 mil.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Luiz Augusto Filipini.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *