Faixa Atual

Título

Artista


Informalidade no mercado de trabalho atinge 1,8 milhão de gaúchos no primeiro trimestre

Escrito por em julho 22, 2020

Números do Boletim de Trabalho do RS já consideram os primeiros efeitos da pandemia do coronavírus

A taxa de informalidade no mercado de trabalho chegou a 33% da população ocupada do Rio Grande do Sul no primeiro trimestre de 2020, atingindo 1,843 milhão de pessoas. Na comparação com o quarto trimestre de 2019, a queda foi de 5,3%, ou seja, 104 mil pessoas que estavam na informalidade ficaram desempregadas ou desistiram de procurar trabalho no período. Quando levado em conta o primeiro trimestre de 2019, a queda geral ainda se mantém, mas em menor intensidade (-64 mil pessoas).

Esses são alguns dos apontamentos do Boletim de Trabalho, divulgado na terça-feira (21) pelo Departamento de Economia e Estatística (DEE), vinculado à Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG).

No mercado informal, a categoria dos Trabalhadores por Conta Própria sem Registro no CNPJ, que engloba, por exemplo, atividades como autônomos em geral e do comércio de ambulantes, registrou queda de 52 mil pessoas ocupadas na comparação com o quarto trimestre de 2019, seguida dos Empregados Sem Carteira Assinada, com menos 32 mil pessoas ocupadas na mesma comparação temporal. Por gênero, a queda total entre os homens foi de 5,7% (menos 62 mil pessoas) e das mulheres chegou a 4,9% (menos 42 mil ocupadas).

A Força de Trabalho do Rio Grande do Sul, que mostra o número de pessoas empregadas ou em busca de emprego, chegou a 6,083 milhões de pessoas, 86 mil a menos do que no quarto trimestre de 2019, a segunda maior queda entre trimestres consecutivos da série da PNAD Contínua, iniciada em 2012.

O boletim mostra ainda que a taxa de desemprego no Rio Grande do Sul no primeiro trimestre de 2020 representou 8,3% da população economicamente ativa, contra 7,1% do quarto trimestre de 2019 e 8% no primeiro trimestre do ano anterior – no Brasil, a taxa chegou a 12,2% no período. Considerando o mercado formal e o informal, 504 mil pessoas estavam desempregadas no primeiro trimestre do ano.

Fonte: Governo do RS.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *