Faixa Atual

Título

Artista


Identificados três dos quatro mortos em confronto com a BM em Farroupilha

Escrito por em novembro 2, 2020

Ação ocorreu na noite de sábado na Linha Rio Burati

Foram identificados três dos quatro mortos em confronto com o 4º Batalhão de Choque da Brigada Militar de Caxias do Sul, na noite de sábado (31), na Linha Rio Burati, em Farroupilha. A mulher é Aline Pinheiro Nunes, 23 anos, de Bento Gonçalves. Ela tinha antecedentes por tráfico de entorpecentes e havia sido presa em 5 de outubro com armas de fogo, mas estava em liberdade. Gian Micael Armonico de Oliveira, 19,  era de Novo Hamburgo, com antecedentes por porte de arma de fogo e tráfico de entorpecentes. O terceiro é Mateus Gonçalves, 24, morador de Farroupilha, que estava foragido e possui antecedentes por roubos, receptação e porte de arma de fogo. O outro morto não havia sido identificado até às 15h desta segunda-feira (2).

Todos estavam em uma residência na comunidade do Rio Burati, onde segundo informações recebidas pela polícia, eles se preparavam para ataques no município, além de Bento Gonçalves e Caxias do Sul. Com eles foram apreendidos três revólveres calibre 38 e duas pistolas, sendo uma 9mm e outra calibre .40. Também foi encontrado um veículo GM S10 com placas clonadas em ocorrência de furto.

Armas apreendidas com os quatro mortos na troca de tiros com a BM

Esquartejado

Segundo o Comando Regional de Policiamento Ostensivo (Crpo) Serra, o lugar aparenta ser o mesmo que aparece nas imagens que circulam em grupos de WhatsApp, onde o motoboy Bruno da Costa, 22 anos, de Bento Gonçalves, teria sido morto e cujo corpo foi encontrado decapitado e carbonizado dentro de um Fiat Uno queimado na localidade de Morro do Macaco, em uma estrada de chão, no interior de Carlos Barbosa, na sexta-feira (30) pela manhã.

A cabeça de Bruno foi localizada na manhã de sábado (31), com dois dedos, dentro de um saco de supermercado no bairro Santa Fé, em Caxias do Sul. A Polícia Civil também desconfia que estes quatro mortos podem ter participação no corpo que foi encontrado na última quarta-feira (28) esquartejado dentro de uma mala em meio a um matagal às margens da RSC-453 próximo ao local onde houve o confronto com a BM. Neste caso, a cabeça não foi encontrada e a vítima ainda não foi identificada.

De acordo com o delegado regional, Paulo Roberto Rosa da Silva, a disputa envolve duas facções originadas no Vale dos Sinos e um grupo que atua na região de Bento Gonçalves. Ainda segundo ele, a Serra receberá o reforço de mais um delegado nesta semana para auxiliar nas investigações dos homicídios.

Foto: CRPO/Serra


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *