Faixa Atual

Título

Artista


Hospital Moinhos de Vento oferece tratamento com único antiviral disponível para COVID-19

Escrito por em maio 26, 2021

Remdesivir é de uso e venda restritos a hospitais e tem contribuído para a recuperação mais rápida de pacientes com COVID-19 em outros países

O Hospital Moinhos de Vento passou a oferecer aos pacientes com Covid-19 o tratamento com o único antiviral disponível até o momento com indicação para a doença, o remdesivir. O medicamento foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pela agência federal de saúde dos EUA, FDA (Food and Drug Administration). Ele será administrado na forma intravenosa em pacientes internados, pois seu uso e venda são restritos a hospitais. A aplicação varia de cinco a dez dias.

Com o nome registrado de Veklury, o remdesivir foi desenvolvido para combater a ação de vírus como o Ebola, mas passou a ser considerado também para o tratamento a Covid-19. É produzido pelo laboratório Gilead Sciences na América do Norte, na Ásia e na Europa, e será oferecido a pacientes hospitalizados para tratamento particular. O medicamento foi testado na terapia com pacientes em instituições de saúde nos Estados Unidos e teve seu uso autorizado por entidades sanitárias em mais de 20 países como Argentina, Índia, Israel, Japão, Rússia, Coreia do Sul e Canadá.

De acordo com o médico intensivista do Hospital Moinhos, Regis Goulart Rosa, membro do projeto Coalizão Covid Brasil, estudos com o medicamento mostraram a recuperação mais rápida dos pacientes internados foram dez dias, contra os 15 dias daqueles que não receberam. No entanto, assinala, mesmo que uma pessoa tenha sido tratada com o remdesivir, ela deve ser vacinada.

No Brasil, a Anvisa autorizou o uso para adultos e adolescentes com idade igual ou superior a 12 anos e peso mínimo de 40 kg. O paciente deve ter desenvolvido pneumonia grave provocada pelo SARS-CoV-2, precisar de oxigenação suplementar de baixo ou alto fluxo ou outra ventilação não invasiva. O remédio não deve ser usado em pessoas que foram intubadas. O medicamento deve chegar ao Moinhos ainda neste mês.

O superintendente médico do Hospital Moinhos, Luiz Antônio Nasi, ressalta o pioneirismo da instituição ao oferecer o medicamento. Ele acrescenta que o remdesivir teve seu uso aprovado nos Estados Unidos ainda no ano passado e vem sendo amplamente utilizado nos hospitais norte-americanos. O antiviral tem recebido atenção no mundo inteiro na terapia de casos graves de Coronavírus, com estudos que indicam uma redução no tempo de hospitalização. “É um importante auxílio no enfrentamento da situação que estamos vivendo”, destaca.

Fonte: Hospital Moinhos de Vento


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *