Faixa Atual

Título

Artista


Homem de 59 anos é o sexto paciente a receber transfusão de plasma em Caxias do Sul

Escrito por em junho 19, 2020

Processo ocorreu na noite de quarta-feira no Hospital Virvi Ramos

Seis pessoas já foram beneficiadas pela técnica de transfusão de plasma convalescente até a manhã desta sexta-feira, dia 19, em Caxias do Sul. Segundo o Hospital Virvi Ramos, único credenciado da Serra para este tipo de processo, o receptor mais recente é um homem de 59 anos, natural de Esmeralda e morador de Caxias do Sul. A transfusão durou cerca de 30 minutos, encerrando às 23h45min de quarta-feira, dia 17.

O paciente que recebeu a transfusão é natural de Esmeralda, mas reside em Caxias do Sul. Ele tem histórico de hipertensão e diabetes. Transferido da Unidade de Pronto-Atendimento – UPA Central diretamente para a UTI do Hospital Virvi Ramos no dia 15 de junho, ele teve a confirmação do diagnóstico de covid-19 na quarta-feira.

Antes mesmo da confirmação do resultado para coronavírus, a família já havia autorizado previamente a transfusão. O paciente recebeu duas bolsas de plasma, uma de 192ml e outra de 200ml. O procedimento iniciou às 23h10min e terminou às 23h45min, sem intercorrências. A equipe monitora o paciente e acompanha as respostas do tratamento. Desde que internou, ele está respirando sem necessidade de ventilação mecânica e segue dessa forma.

O plasma foi coletado pelo Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs) no dia 16 de junho. O doador é um homem de 38 anos, morador de Garibaldi, há 80 dias recuperado da doença.

Essa é a sexta transfusão de plasma convalescente na tentativa de auxiliar a criar anticorpos em um paciente diagnosticado com Covid-19 do Hospital. A primeira ocorreu em 26 de maio, em um paciente de 63 anos, morador de Garibaldi, já está recuperado da covid-19 após dois testes PCR negativos e que deixou a UTI segunda-feira, transferido para o quarto, onde segue recuperação. A segunda aconteceu na noite de quinta-feira, 11 de junho, em uma mulher de 33 anos, de Caxias do Sul. Ela já apresenta alguma melhora pulmonar e os médicos começaram a diminuir a sedação na terça-feira.

O terceiro a receber a transfusão, um homem de 64 anos, que reside em Caxias do Sul, recebeu segunda-feira uma segunda bolsa de plasma e segue em estado grave. O quarto, um homem de 40 anos, de Caxias do Sul, que recebeu a transfusão na segunda-feira, segue sem necessidade do uso de ventilação mecânica para respirar e já apresenta uma melhora pulmonar e cardiovascular. A idosa de 83 anos, a quinta paciente, que passou pelo procedimento na noite de segunda-feira, acabou falecendo nesta sexta-feira. Ela tinha outras comorbidades.

A seleção dos doadores de plasma é feita pelo Hemocentro de Caxias do Sul (Hemocs) e passa por avaliação rigorosa. Neste momento, as pessoas que podem doar são homens, de no mínimo 18 e no máximo 60 anos, que foram infectados pelo coronavírus, tiveram Covid-19 confirmada por meio do teste PCR, estão há mais de 28 dias recuperados, sem sintomas da doença e não apresentam outras doenças infecciosas.

O Hemocs faz triagem e coleta dos interessados e as destina aos hospitais que tiverem protocolo de estudo para uso. Em Caxias do Sul, apenas o Virvi Ramos está habilitado até o momento, inclusive com projeto aprovado pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP).

As doações precisam ser agendadas pelos telefones (54) 3290-4543 e (54) 3290-4580 ou por meio do whatsapp (54) 984188487. O Hemocs atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30min às 17h30min e aos sábados das 8h até 12h, na rua Ernesto Alves,2260, ao lado da UPA Central. 

Fotos: Andréia Copini/Ass.Imprensa Prefeit.

Fonte: Ass.Imprensa Prefeit.

Meta da transfusão é auxiliar anticorpos em um paciente diagnosticado com covid-19


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *